Prefeitura do Rio dá início a operação para internação de dependentes de crack

Isabela Vieira
Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Em mais uma tentativa de acabar com um dos maiores pontos de uso de crack às margens da Avenida Brasil, em Bonsucesso, a prefeitura do Rio internou involuntariamente 29 de adultos dependentes da droga, entre elas, duas grávidas. Mais 30 pessoas aceitaram, por vontade própria, fazer o tratamento. Ao todo, 99 pessoas foram acolhidas, sendo oito crianças.

A operação envolveu mais de 300 profissionais das secretarias de Saúde e de Assistência Social e contou com apoio da Polícia Civil e da Polícia Militar. Entre os profissionais estavam médicos, educadores e psicólogos que atuaram, desde a madrugada até o início da manhã de hoje (19), encaminhando usuários para triagens em abrigos municipais.

Para evitar atropelamentos, as duas pistas da Avenida Brasil foram fechadas. No mês passado, uma criança foi atingida por um caminhão ao fugir dos agentes.

Notícias Relacionadas