Assassino de 26 pessoas integrante do Baralho do Crime já está preso

Integrante do ”Baralho do Crime”, Washington David Santos da Silva, o “Boca Mole” ou “Chupa”, foi apresentado à imprensa.
Salvador – Confirmado como autor de 26 homicídios, entre maio de 2011 e janeiro deste ano, nos bairros da Jaqueira do Carneiro, Capelinha de São Caetano e adjacências, Washington David Santos da Silva, o “Boca Mole” ou “Chupa”, 27 anos, foi apresentado nesta terça-feira (19), durante coletiva à imprensa, no edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade, pelas delegadas Heloísa Campos, diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), e Rogéria Araújo, titular da 4ª Delegacia Territorial (São Caetano).

Integrante do Baralho do Crime, confeccionado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), representando a carta Dez de Ouros, Boca Mole portava uma metralhadora Bereta, calibre 9 mm, de fabricação italiana, e um carregador com 19 projéteis, quando foi avistado no sábado (16), por investigadores da 4ª DT, na companhia do ladrão de bancos Evanildo da Silva, o “Gigante”. A dupla estava a bordo do veículo Ágile, branco, placa original NZL-4248, roubado no dia 16 de janeiro, entregando drogas em pontos de venda localizados entre Cajazeiras e São Caetano.

No interior do carro, que apresentava placas adulteradas, os policiais encontraram, além da arma, uma balança e um saco com aproximadamente um quilo de maconha. Boca Mole e Gigante não reagiram, embora o Dez de Ouros chegasse a oferecer R$ 100 mil aos policiais em troca da sua liberdade e do parceiro. A titular da DT/São Caetano, delegada Rogéria Araújo, afirmou que Boca Mole é apontado como autor de mais de 40 mortes, a maioria ligada ao tráfico de drogas naquela região da cidade, dominada por sua quadrilha.

ROUBO A BANCOS

Além do controle na distribuição de droga, está envolvido também com roubo de veículos e roubo a bancos. Segundo a delegada, o criminoso é investigado há mais de um ano e em algumas ocasiões esteve bem perto de ser preso. “Em 2011, policiais da 4ª DT apreenderam uma metralhadora, carros roubados e 150 quilos de maconha numa residência alugada por ele num condomínio de luxo em Itapuã”, recorda.

A delegada disse ainda que nos últimos meses as investigações da DT/São Caetano levaram importantes integrantes do bando de Boca Mole à prisão, o que contribuiu para o esclarecimento de uma série de delitos ocorridos na área. “Obtivemos informações importantes sobre crimes cometidos na Jaqueira e na Capelinha, os quais, segundo os interrogados, eram encomendados por ele ou contavam com sua presença e participação”, revela Rogéria.

Com três mandados de prisão preventiva em aberto, Boca Mole foi autuado em flagrante pelo delegado Geraldo Roberto Souza da Silva, da 4ª DT, por porte ilegal de arma de uso restrito, receptação de veículo e tráfico de drogas. Gigante, que se apresentou com documento falso em nome de Jonas Gomes Ferreira e tem um mandado de prisão em aberto por assalto a banco, foi autuado nos mesmos delitos do comparsa.

Legenda: “Boca Mole”, o Dez de Ouros do Baralho do Crime, foi preso portando uma metralhadora italiana Bereta, calibre 9 mm.

Notícias Relacionadas