Diretor da Agerba demite ouvidora e Otto Alencar indica ouvidor

Comenta-se que Otto Alencar não anda muito satisfeito com o desempenho da Agerba, dirigida por Eduardo Pessoa (direita).
O diretor-executivo da Agerba, Eduardo Pessoa, está com a caneta afiada. Depois de demitir, antes do Carnaval, o jornalista Francisco Ribeiro Neto do cargo de Assessor de Comunicação e nomear para o posto uma ex-recepcionista do Derba, ele fez mais uma exoneração, publicada na edição de hoje (18) do Diário Oficial do Estado.

Quem sobrou desta vez foi a titular do cargo principal na Ouvidoria da Agerba.

Jacy Sandy Cruz Filgueiras não é mais ouvidora.

Quem responde agora pela Ouvidoria da agência é Jorge Alberto Marques do Nascimento, nomeado em portaria do DO por Eduardo Pessoa.

Mudanças – Quando foi demitido por Pessoa da Assessoria de Comunicação da Agerba e substituído por uma aplicada “jornalista”, Francisco Ribeiro nem sabia. Só tomou conhecimento do tranco através das páginas do Doário Oficial. Até o momento, não se sabe se a ex-ouvidora teve o mesmo tratamento.

Comenta-se nos bastidores da Agerba que a indicação de Jorge Alberto para o cargo de ouvidor é do secretário de Infraestrutura, Otto Alencar, que não anda lá muito satisfeito com o desempenho da Agerba em vários setores. A agência não estaria deslanchando e anda muito longe do que Otto esperava.

Não será surpresa se ocorrer uma mudança em breve na Diretoria Colegiada da Agerba. Recentemente, o ex-vereador Paulo Magalhães Júnior, também por indicação de Otto Alencar, passou a ocupar o cargo de diretor de Tarifas da autarquia. Contudo, Magalhães pode assumir a direção geral do Departamento de Pesquisas e Tarifas, cujo titular, hoje, é Cássio Moretti, afilhado do deputado Roberto Carlos (PDT).

Notícias Relacionadas

29 Comentários

  1. CAUÊ

    EU AVISEI A VCS HÁ MAIS DE UM MÊS QUE O CARGO DA OUVIDORIA DA AGERBA ESTAVA SENDO RIFADO…É VERDADE AGORA? E SÓ NÃO NAMOEARAM A MOÇA DA ASCOM PARA SER OUVIDORA PQ VCS DENUNCIARAM QUE A MOÇA NÃO ERA JORNALISTA E AÍ PEGAVA MAL COLOCÁ-LA COMO OUVIDORA. SACARAM AGORA, ENTENDERAM? POIS É. DESCULPEM O MAL JEITO.

  2. AGERBIANO MATUTO

    DR. Eduardo, pelo amor de Deus, em vos imploro. Vossa Excelencia está errando, se submeteu demais ao Dr. Otto. Pq V. Excia não nomeou um funcionário efetivo e concursado para o cargo de Ouvidor? O Sr. Continua cometendo falhas, com todo repeito eu vos digo isso.

  3. Larissa Rios

    A nova assessora da Agerba pode até ser ex-recepcionista do DERBA, da Ascom da Seinfra, etc, mas é Jornalista formada. Isso é fato, a formação dela não é algo dicutível, pois ela é Jornalista. Não sabe escrever. Fato também. Isso sim, pode ser dicutido. E outra, nunca quiseram indica-la para ser ouvidora.

  4. Jorginho

    Muito bem colocado pela leitora Larissa. A atual assessora de imprensa da Agerba, garante a leitora Larissa, é jornalista.

    Ponto 1: Tem Registro profissional? DRT?
    Ponto 2: Tem registro no Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Bahia?
    Ponto 3: Levando-se em consideração que se FAZ JORNALISMO hoje até por correspondência, seria algo demais perguntar a Faculdade?
    Ponto 4: Um advogado formado pode exercer a profissão sem a carteirinha da OAB? Pode? Um médico, precisa ter registro no Conselho da categoria?
    Essas coisas precisariam ficar mais claras.

  5. Larissa Rios

    Camilla de Jesus Kateb – Jornalista – DRT/BA 4129

    Não estou defendendo os erros dela de português. Não estou defendendo a nomeação da mesma, até porque não gosto dela, não concordo da forma que Chico saiu. Ela se aproveitou da situação para se tornar a nova Assessora da Agência. Só não acho certo mentiras. A criatura é jornalista. Tem diploma e tem DRT.

  6. Patrícia

    Desculpem aí meu pitaco, mas o que soube hoje sobre esta questão da profissão de jornalista exercida a torto e a direito na Bahia é que muitos profissionais verdadeiros estão se queixando ao Sinjorba, cuja presidente é Marjorie da Silva Moura.

    Tem gente dizendo que vai lascar a carteirinha. Eu trabalho em um veículo de comunicação e o que sei é que tem assessores e assessoras de imprensa empregados pelo governo que são uma lástima. Não sabem fazer nada, não produzem absolutamente nada. Não sabem o elementar: escrever. Se têm diploma, é uma vergonha. Me perdoem se estou ofendendo alguns, mas é uma fato muito criticado nos meios jornalísticos.

  7. Cauê

    AGERBIANO MATUTO ME FAZ RIR, AO PEDIR PARA EDUARDO PESSOA NOMEAR EFETIVO PARA OUVIDORIA, VENHAMOS ELE FEZ ISSO AO INDICAR PAULO A DPLO, UM TOTAL DESASTRE TANTO QUE O MESMO RECUOU COM MEDO DE RONDON E PEDIU DEMISSÃO, EFETIVOS VERGONHA!!!!!!!!!!!!

  8. Cauê

    SERA QUE CÁSSIO VAI SAIR PARA O FILHO DO DEPUTADO APARECER NO COLEGIADO, FIM DO MUNDO AI O COLEGIADO FICA ASSIM> 1- ADVOGADO QUE DEFENDIA AS EMPRESAS, 2- FAZENDEIRO MILIONÁRIO QUE FEZ A INTERVENÇÃO DA COMAB COM CAMALIBE E kLEBER E APARECEU NOVAMENTE JUSTO NA INTERVENÇÃO TWB, 3- MILIONÁRIO E FILHO DE DEPUTADO FEDERAL, EX VEREADOR, BIRITEIRO. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO MALUQUINHO E CAMALIBE VOLTEM POR FAVORRRRRRRRRRRRR!!!!!!

  9. Fedegoso

    Dsicute-se hoje se é necessário ser advogado para se tornar juiz. Os que defendem que não, argumentam que o certo é o tal do concurso aberto para todas as profissões, até mesmo para aqueles que não apresentam diploma algum. Passada essa fase, um cursinho para aprender sobre procedimentos e pronto. E o moço está pronto para realizar os julgamentos. Os que defendem a exigência de diploma são denominados de corporativistas, que são aqueles que querem uma reserva de mercado, de empregos para os advogados. Realmente. Não seria melhor um médico para decidir sobre causas médicas? Ou um engenheiro para julgar assuntos sobre engenharia? Quem sabe uma “senhora da vida” saberia mais para julgar sobre coisas, até mesmo sobre saúde pública, de um “brega”? Melhro que façamos um concurso, aberto a todos, quem passou passou, e se passou será preparado para os procedimentos jurídicos, nada mais que um cursinho de seis meses e o gajo estará pronto para realizar os julgamentos, melhor ainda dentro da sua esfera de conhecimento. Não acredito que tenha que ser jornalista formado para escrever bem. Isso é corporativismo barato. Não me convence. Nem a acredito que se tenha que ter habilitação oficial para ser motorista, jogador de futebol. Daqui uns dias não mais poderemos comentar nos jornais, nem nas revistas, nem na internet…por falta de diploma de jornalista. E os escritores? Também vão ter que fazer faculdade de jornalismo? Podem derrubar as cacetadas! Venham!…Venham!…

  10. Ivan Acioly

    O Fedegoso é um cara muitíssimo inteligente, polêmico, me acabo com os comentários do mesmo, principalmente quando ele bate boca com o AGERBIANO MATUTO sobre questões sexuais.

    Mas Fedegoso, uma coisa é um escritor e outra coisa é uma agência de regulação, uma secretaria de Estado possuir em seus quadros, por indicação política, por amizade, por troca de favores, por puxassaquismo, possuir gente completamente desqualificada para exercer certas funções.

    Fedegoso, leia aí acima um comentário da lleitora Larissa, ela parece que conhece realmente a menina que tá na Agerba hoje. Veja o que ela fala: a moça é jornalista mas não sabe escrever. Eu tive cuidado em mandar para o Facebook deste jornal da Mídia pq fui alertado por uma ex-integrante do quadro da Seinfra que trabalhava na Ascom da Seinfra e que saiu, quem era a pessoa que foi para a Agerba, só pq o pai dela dizem que é ligado politicamente a Otto Alencar, em Irecê.

    Vc acha isso tecnicamente correto, Fedegoso? Vc acha?

  11. José Henrique Castro

    Eu quero cumprimentar aqui o Jornal da Mídia pelas excelentes matérias que publica sobre variados assuntos. Agora mesmo estava lendo a reportagem sobre os ERROS NO PROJETO DA COBERTURA DA FONTE NOVA. qUE ESCÂNDALO; e A IMPRENSA toda nada divulga? Quem vai pagar a conta O povo, o governo vai colocar mais uma grana com o dinheiro do cidadão. que coisa horrorosa.

  12. Fedegoso

    Mestre Acioly, meus respeitos! Eu disse de realização de concursos no sentido de melhor contratar. Eu não disse de apaniguamento. E o que se vê é contratação de “Amigos do Rei. Também sou contra.

    Mas uma vez realizado o concurso, o que melhor se destarcar deveria ser o contratado. Após o concurso (uma vez aprovado), um cursinho de apaerfeiçoamento dentro dos interesses do contratante e pronto. Assim, os melhores ocupariam os cargos dentro da administração pública. Não precisaríamos de ostentação de diplomas, de títulos e outras baboseiras que também ajudam os privilegios aos “Amigos do Rei”. O que tem de faculdade que dá diploma sem comprovação de conhecimento é uma enormidade. Conheço gente que tem mestrado feito em 1920 que ficam igual pavão. Mas não passam de uns ignorantes. Por que tem que ser jornalista para escrever em jornal? Por que tem que ser advogado para ser juiz? E por que tem que ser engenheiro para fazer uma casinha? Tem que ser economista para entender de finanças? Tem que ser sociólogo para entender os movimentos das massas? Talvez eu faça uma ressalva para os médicos. E olhe lá! Mas sou totalmente a favor das parteiras. Não vejo razão para as enfermeiras não receitarem.

    Ao longo da minha vida tenho observado que certos requisitos são desnecessários, é fruto do corporativismo que povoa o nosso imaginário. Ou é meio de garantir empregos para certas classes? Se ali fizessem concursos os melhores seriam contratados. Mas o tal diploma credencia…

    Conheço gente aos quilos que escrevem muito bem e não são jornalistas. Isso é reserva de mercado. Só não enxerga quem não quer. Corporativismo deslavado.

    Quanto ao Matuto…aquilo é caso perdido. Não tem jeito não! Todo apaixonado é cego. Fazer o quê? Deixa ele amando, é melhor que brigando.

  13. Fedegoso

    Mestre Acioly, outro ponto. Escrever bem não é bicho de sete cabeças. Eu mesmo escrevo de improviso, cometo erros crassos, não sou jornalista, mas se fosse, pediria alguém para corrigir os meus textos, algum técnico e pronto. Teria textos escorreitos. O que vale é ser entendido. Se entendido…alvo acertado. O segredo da comunicação não está em escrever cheio de misuras. E como todo negócio, escrever tem suas regras. Mas não obedecê-las não é pecado. Nunca foi. Os acadêmicos adoram encontrar erros, mas é para a própria valorização. E com isso fazem e acontecem em benefício próprio. Hipócritas. Se dizem professores e não sabem ensinar. E, muitos, não sabem nem o que dizem. E niguém quer ouvi-los. São chatos. Enjoados. O que vale são as ideias. E quando vejo tantos ladrões escrevendo tão bem, prefiro que não se privatize nada, principalmente com o resultado de impostos. Mas como todo bom ladrão adora o alheio, é como o escorpião (haja sapo), – questão de natureza.

  14. Alexis

    O Fedegoso pode entender um pouco da casa, é um cara sábio, mas o assunto aqui é outro, Fedegoso. A maneira de agir é outra, Fedegoso. Aqui dentro dessa joça só tem cobra criada, todo mundo querendo a sua ponta no territória viu Fedegoso? Né ponta de cigarro não Fedegoso. Vc sabe qual? Fizeram uma tremenda de uma sacanagem com o ex chefe da ASCOM o Franciisco Ribeiro Neto. A moça que colocaram no lugar do rapaz não sabe fazer um Ó, basta olhar a página da AGERBA, não tem uma só reportagem publicada produzida por ela. Só aquelas notinhas feitas do ferry que é o Bruno, o interventor da TWB, que faz a redação, manda depois pra Dr. Eduardo Pessoa, depois vai pra Seinfra pra Assessora de lá ver, aprovar, volta pra Dr. Eduardo Pessoa. Esta é a AGerba, viu Fedegoso? Sobre a sacanagem que fizeram com CHICO RIBEIRO – eu posso falar porque estive com ele e ele me contou tudo. O caso principal foi: Otto Alencar estava querendo que ele, Chico, divulgasse notícias inverídicas sobre o FERRY BOAT dizendo QUE ESTAVA TUDO ÀS MIL MARAVILHAS. Chico não aceitou e disse ao Dr. Eduardo Pessoa que não ia fazer aquilo não porque não era ético. Aí ouviu de Eduardo Pessoa, ”mas fica aí só a gente tomando pau, o Jornal da Mídia descendo o cacete, e a gente fica parado, não divulga nada, sem mostrar o que está sendo feito? ” Isto aí foi o que ele me disse. Aí o Chico ficou de escanteio e as duas moças da Comunicação, muito espertas, forçaram a barra e empurraram o nosso CHICO para o abismo, para o inferno. Depois a Agerba espalhou e a Seinfra também que o Chico saiu pq a Agerba queria dar uma NOVA DINÂMICA na área de comunicação. Até o JORNAL DA MÍDIA engoluu a mentira e divulgou isso, até tu JORNAL DA MÍDIA.?

    Não foi não é? Vejam a matéria que vcs do jornal fizeram na época puxando o saco de Eduardo Pessoa. Publicaram a mentirada toda, a Agerba tava querendo isso mesmo… Que dinamismo é esse que a Agerba queria para o setor de imprensa? O atual? Esta é a minha opinião, foi o que eu soube do próprio Chico e conversando com outros colegas. Aqui não tem besta não Fedegoso. Nem recepcionista de Derba, nem estagiária ninguém aqui dorme no ponto não. Eu também soube umas sobre a saída da Ouvidora que é de arrepiar meu véio.

    Eu sugiro que a leitora LARISSA RIOS, que sabe muito mais do que tudo isso que falei aqui, coloque o que ela sabe. Repetindo: fuizeram uma tremenda sacanagem com Chico Ribeiro, que tava meio devagar, desmotivado diante das circunstâncias, mas não respeitaram o cabra não. Se ele não sabia divulgar imagina quem tá no lugar aí que não sabe nem escrever.

  15. Augusta

    E as queixas que chegam na Ouvidoria sobre as empresas de ônibus que ficam congeladas? Alguém sabe informar o motivo?

  16. Larissa Rios

    Primeiro as pessoas estão sendo confundidas. Quem é filha de radialista (Jota Sidney) em irecê é Débora Suellen, que “trabalha” 4h por dia na Ascom. E ela realmente só está lá, por questões políticas.

    Segundo, Chico era um bom profissional, sabia escrever, realmente não sabia divulgar, tem suas qualidades e seus defeitos, e pronto. Os comentários levantando a bandeira dele e criticando Camilla não vão fazê-lo voltar à Agerba. Assim como Sampaio que escreve para esse site. Trabalhou lá e saiu. É a coisa mais comum no Estado. É a dança da cadeira.

    Terceiro, a nova Assessora pode não ser a melhor Jornalista do mundo e realmente não é. Eu vejo em Jornais e sites erros de português piores do que os dela. Tem um chefe louco que sabota ela. Tem estagiários que adoravam Chico e a sabotam também. Ela entrou no olho do furacão, no meio de uma crise e tem que ser criticada por suas falhas mesmo, só não concordo em denegrir a imagem da pessoa.

    Como eu escrevi em posts anteriores, eu não tenho nada contra nem a favor de Camilla. Não gostei que ela se aproveitou que os dois assessores (Agerba e Seinfra) estavam de férias e armou o circo todo para tomar o lugar de Chico. Aproveitou as festas de fim de ano, se mostrou esforçada, fez de boa moça e conseguiu. Trabalho na Agerba e adorava Chico. Eu admirava o bom Jornalsta que ele era. Era não, é. Mas ele cometeu erros e falhas. E as falhas dele foram muito mais graves do que se negar a noticiar o que vocês chamam de mentira.

    Não estou aqui para criticar ninguém e nem defender e vou me silenciar a partir de agora. Já falei demais.

  17. Solange

    As estagiárias também aprontam mesmo e o general fatura tudinho. Muito bom.

    1. Renato

      General Não Minha Filha, Marechal Brocador. Ele broca mesmo não sou contra Não Tem que Brocar;

  18. Alexis

    Pera aí dona Larissa. Vc que é da Agerba, tenha mais cuidado pq eu não denegrir a imagem de ninguém não. Dizer que a moça não sabe escrever não é denegrir não. Tem advogado que não sabe fazer uma procuração não tem não? Isso é denegrir ? Eu mesmo não sei escrever. Na Agerba eu só respeito um que sabe escrever: é o FEDEGOSO. E o Fedegoso esculhambou a profissão de vcs e disse que vs são coporativistas. Não foi eu não. Veja o comentário dele lá em cima. O que eu disso repito: fizeram sacanagem com Chico. Vc mesma disse aí que a moça armou pra ele APROVEITANDO AS FÉRIAS E AS FESTAS DE FIM DE ANO, não foi? E isso é sacanagem? E vc falou que ela não sabe escrever, eu apenas repeti o que vc colocou.

    E quem é o chefe dela que é um louco como vc disse? Eu preciso saber. Tem louco chefiando a Agerba é? No mais, eu quero respeotar o seu comentário que é cheio de verdades e muito bem feito.

  19. Larissa Rios

    Tem alguém mais louco aqui na Agerba do que Dr. Eduardo Pessoa?? A fama dele corre longe.

  20. Lenise Ferreira

    Para os usuários do sistema ferry boat interessa o seguinte:

    – sistema de transporte funcionando com eficiência, segurança, com tarifas justas e cumprindo os horários determinados pela AGERBA através do regulamento do transporte hidroviário existente

    – Manutenção preventiva e corretiva de terminais e embarcações

    – A destinação correta do patrimônio público do Estado. Exemplo: O TERMINAL RODOVIÁRIO DE ITAPARICA seja utilizado para este fim e acabe com o desconforto dentro do terminal marítimo onde os ônibus intermunicipais se amontoam para embarque enquanto o elefante branco que foi construído é utilizado de forma inadequada e sem licitação por terceiros e clandestinos

    – fim das tarifas majoradas aos sábados, domingos e feriados. A cobrança de tarifa diferenciada deve corresponder a oferta de serviço diferenciado e de qualidade.

    – manutenção da tarifa social para quem realmente precisa

    – extensão dos horários para travessias noturnas.

    – tarifas diferenciadas para caminhões em travessias noturnas. Isto possibilita uma redução nas filas durante o dia justificando a crianção de horários noturnos e na madrugada.

    – Licitação para exploração do estacionamento de São Joaquim de forma justa, correta e que venha de fato atender aos interesses dos usuários. Vale salientar que prepostos da TWB ainda exploram o referido estacionamento que é único na área.

    – Recuperação das 8 embarcações do sistema ferry boat.

    – Construção de acesso para pedestres nas embarcações Ivete Sangalo e Ana Nery. Por não existir rampa de acesso obriga cadeirantes a viajar entre veículos e portadores de deficiências, idosos, gestantes, portadores de bagagens a subir escadas ou permanecer no convés de veículos expostos a riscos.

    – Cumprimento da promessa do governador para aquisição de 2 novas embarcações.

    – Reforma dos terminais concedendo o direito aos comerciantes ali estabelecidos a permanecer e participar das melhorias anunciadas. Ao contrário disto, funcionários da TWB que ainda cuidam da administração de terminais estão perseguindo os comerciantes como fez o REINALDO e desta vez com anuência da AGERBA, a mesma que autorizou ano passado, após ação judicial, a retirada dos TAPUMES que impedem o acesso dos usuários do sistema aos espaços comerciais, incluindo lanchonetes.

  21. Paula

    Moro na cidade de Antonio Cardoso perto de Feira de Santana, fui na agerba pedir providência para o transporte clandestino, alem de cobrar mais caro o carro vem com super lotação e até o momento não tomaram nenhuma providência . Parece que esses funcionários estão muito cansados, a gente pagando pra não fazer nada. Gostaria que o senhor diretor olhasse pra gente.

    Paula

  22. M. Nunes

    É muito fácil criticar agora Dr. Eduardo Pessoa e esquecer que o assessor de imprensa dele botava ele em fria. A leitora Larissa defende agora, diz que o Chico era legal, mas esqueceu de dizer que foi Chico que proibiu mandar informações para o Jornal da Mídia por exemplo. Ele dizia que tinha que ser no pau e cortou o jornal da relação de e-mail e proibiu as estagiárias de fazer qualquer comentário sobre o jornal e atender solicitações.

    O Dr. Rondon está aí de prova que achava e dizia que Chico tinha que procurar se entender e dialogar e não boicotar o Jornal como queria e sempre fez. Dr. Eduardo pode ter todos os defeitos mas ele nunca concordou com isso. Justiça seja feita, a Assessora de Imprensa do Dr. Otto Alencar também nunca concordou. Parecia que a Agerba era uma caixa preta. Contribuiu pra que isso dona Larissa.? A senhora tem conhecimento do assunto, sim, porque suas opiniões aqui, que eu respeito, são de quem está muito bem informada sobre essa situação.

  23. Ricardo

    Eu considero uma piada o comentário de M. Nunes. Dizer que o diretor Eduardo Pessoa nunca concordou com o boicote das informações ao jornal é uma piada, brincadeirinha né? Como é que um assesssor subalterno mandava no diretor a esse ponto? Me faça uma garapa, então.

  24. Ivan Oliveira Rios

    Vamos dscutir pq a OUVIDORA da Agerba saiu e esqueçam as outras coisas. Pq saiu? Confidenciou a alguém sem querer que os processos contra as empresas de ônibus estavam parados. Foi isso e aí falou ela pra um interlocutor linguarudo que saiu espalhando e aumentando, chamando todo mundo de ladrão e falou demais, falou num órgão público tinha uma corrente lá, ouviu, anotou e bateu pra Dr. Otto tudo certinho, Dr. Otto já sabia, mas não tinha certeza e aí chamou Eduardo Pessoa e ordenou demita amanhã, eu quero me livrar dessa gente. Vcs podem falar mal de DR. Otto como quiser mas o homem é de raça ele enfrenta a situação não tem medo de pau. Se fosse o Governador Wagner ave Maria. Só em 2060. A funcionária sobrou feio, mas foi uma questão profissional. Não é justo se comentar essas coisas pra um e pra outro acho que houve falha, não estipulou a gravidade, talvez tenha feito sem maldade. Tudo isso eu soube aqui dentro e ninguém pode contestar é a pura verdade. E tem outra coisa tem uma gravação rolando sobre o assunto com o falastrão esculhambando todo mundo.

  25. Karla

    OH Larissa, eu não compreendi muito bem, ando meio atordoada, vc podia explicar melhor o que vc falou da colega, sua colega Veja bem o que vc disse e veja depois o que eu quero saber:

    “…eu não tenho nada contra nem a favor de Camilla. Não gostei que ela se aproveitou que os dois assessores (Agerba e Seinfra) estavam de férias e armou o circo todo para tomar o lugar de Chico. Aproveitou as festas de fim de ano, se mostrou esforçada, fez de boa moça e conseguiu. Trabalho na Agerba e adorava Chico”…
    Eu queria saber Larissa, o que é que tem a ver festa de fim de ano com esse negócio todo?

    …Final do texto bloqueado por haver colacações impróprias.

  26. fedegoso

    Ah! Tamo comendo reggae dos outros, perceberam! Voltamos a discutir nomes. Enquanto desfocados do verdadeiro propósito que é o bom funcionamento das embarcações, do comprometimento com serviços de boa qualidade, passamos a discutir abobrinhas, descascando a mamona em pessoas que nem conhecemos. E tem mais, jornalista não publica o quer não. Jornalista publica o que chefe deixa e manda ele publicar. Ou aquela joça não tem quem manda? Jornalista pode até ter ideologia, mas ela fica em casa, jornalista que se mantém no cargo em empresa pública não tem independência, ele cumpre ordens ainda que bestas, porque chefe quem tem sabe que se não obedecer vai pro olho da rua. Eu lá quero saber quem dorme com quem? Perdemos o foco que é a qualidade dos serviços prestados pela administradora das embarcações, tudo para discutir vida alheia. Que tal criarmos um departamento da revista “Contigo”, de pura fofoca sentimental, futrica barata? Quero saber de cachaça tomada por ninguém. Nem dos amores do Matuto quero saber mais. Chic… pra lá…Chic… pra cá…todo mundo de chico? Quem é comissionado não tem estabilidade, não tem garantia de emprego, fica mesmo sob os humores dos chefes. Se a marmita esfriar vai comer frio. No mundo inteiro é assim. Aqui vai ser diferente? Se é por falta de adeus, “Adeus!…Chi…!”

  27. luis

    rapaz nós estamos numa situação dificil o analfabetismo em nosso pais é grande, e o abuso de poder tambem, vcs. acredita que fui multado por um fiscal da AGERBA em uma carroça de dois pneus e estou sendo obrigado a pagar uma multa de quase 3.000 reais, expliquei a situação para a ouvidoria e eles mim falou que já foi julgado pela banca julgadora e que eu tenho que pagar, Que pais e esse. onde os poderosos não sabem destinguir um carro de reboque ou carroça; isso é muito triste acho que o orgão precisa de mudança já. será que vou ter que ir para as radios e tv do pais , é uma pena.. Bahia olha hoje tenho vergonha de ter defendido tanto esse PT.

  28. Sandra Regina

    Larissa,

    Creio que você deve estar equivocada quanto a Débora Suellen. Embora ela seja realmente filha de um radialista, mas não está na Seinfra por questões políticas, visto que ela entrou na Ascom antes mesmo do atual secretário e permaneceu.Tive conhecimento que ela trabalha lá há 3 anos, tem formação em jornalismo por uma faculdade conceituada da cidade e também tem formação em Direito. Desde a sua chegada já passaram-se 3 secretários que não tinham nenhum vinculo político com a região de Irecê. O fato de ser filha de um empresário e radialista impediria ela de assumir um cargo, já que tem competência e formação para isso? Tem pessoas que não sabem nem escrever e estão em patamares maiores.
    Conheço o trabalho dela, é uma excelente profissional e pelo que sei, ela cumpre a carga horária, entretanto sai um pouco mais cedo em decorrência da faculdade, entretanto, isso não é ilegal, já que a lei assiste ela.

Comentários estão suspensos