Farc libertam o soldado que era mantido refém desde janeiro

Renata Giraldi
Agência Brasil

Brasília –  As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia  (Farc) libertaram um refém ontem (16) à noite. O soldado Josué Álvarez Meneses estava em cativeiro desde 31 de janeiro. O militar foi entregue a uma comissão humanitária formada pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha e a organização não governamental (ONG) Colombianos e Colombianas pela Paz.

Ainda há dois reféns sob poder das Farc cuja libertação foi negociada. A expectativa é que sejam libertados os policiais Victor Alfonso González Ramírez e Cristián Camilo Yate Sánchez, sequestrados no Vale do Cauca, em 23 de janeiro, no departamento (estado) de  Nariño.

As Farc e o governo colombiano têm feito rodadas de negociações de paz em Havana (Cuba) na tentativa de encerrar quase cinco décadas de conflito. As mediações são feitas por autoridades de Cuba, da Venezuela, do Chile e da Noruega.

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, agradeceu o apoio do presidente do Parlamento Europeu, Martín Schulz, para o processo de paz em curso no país.

Notícias Relacionadas