Corinthians e Palmeiras duelam no Pacaembu buscando melhor colocação

São Paulo – A oitava rodada do Paulistão Chevrolet 2013 marcará um dos maiores clássicos do país. Às 16h deste domingo, Corinthians e Palmeiras se enfrentam no estádio do Pacaembu para continuarem na zona de classificação à segunda fase do estadual. Ambos os clubes somam 12 pontos, porém o alviverde está na quinta colocação devido ao critério de gols marcados, 15 a 11. O time de Parque São Jorge segue logo na sequência, na sexta posição.

Titular absoluto na lateral-esquerda do Corinthians, Fábio Santos tem experiência de sobra em clássicos, já que já atuou por São Paulo, Santos, Cruzeiro e Grêmio. Ciente da importância de um dérbi, o camisa 6 acredita que favoritismo não tem vez. “O momento do Corinthians é melhor, não tem como esconder, mas eu cansei de ganhar quando o outro era favorito e perder quando eu era favorito. Tem de respeitar o momento do adversário que é difícil, mas quando entra em campo, o clássico é uma motivação a mais”, falou o jogador.

A expectativa é que o onze inicial se aproxime do time que venceu o Chelsea no Mundial de Clubes de 2012. A mudança fica por conta do zagueiro Gil na vaga de Chicão, que se recupera de uma artroscopia no joelho esquerdo. O goleiro Cássio, que volta após tratar uma tendinite no ombro esquerdo, será o titular na meta alvinegra e fará seu primeiro jogo na atual temporada. Alexandre Pato será opção no banco de reservas.

Remodelando o elenco, o Palmeiras conta com dez atletas contratados para a atual temporada, além de outros cinco jogadores revelados pelo clube e que jogam com regularidade. Estes jovens são: Patrick Vieira, João Denoni, Bruno Dybal, Vinícius e Caio.

Dentre estes nomes, o meia-atacante Patrick Vieira é o que mais se destaca. Além de ter feito alguns jogo no Campeonato Brasileiro de 2012, o camisa 21 fez o gol da vitória na última quinta-feira, contra o Sporting Cristal, pela Libertadores. Querendo se tornar um jogador de destaque, Patrick sabe que enfrentar o maior rival é a porta de entrada para o hall de ídolos do clube. “Já joguei o clássico, mas na base. No profissional ainda não, nem fiquei no banco ou fui relacionado. Como o Corinthians é o grande rival se apresentar bem e brilhar faz com que fique com o nome marcado”, disse.

Para escalar o time titular, o técnico Gilson Kleina não poderá contar com os meias Valdívia e Tiago Real, além dos atacantes Maikon Leite e Kleber, todos no departamento médico. A expectativa fica por conta da possível estreia dos recém-contratados Charles, Léo Gago (ambos volantes) e Leandro (atacante).

Corinthians e Palmeiras já se enfrentaram 196 vezes pela elite do Campeonato Paulista. Nestes jogos, o time preto e branco venceu 72 vezes, enquanto o alviverde triunfou em outras 67. Os outros 57 encontros terminaram empatados. Apesar da vantagem corintiana em números de vitórias, o Palmeiras marcou mais gols: são 288 contra 269. O primeiro duelo entre os times no estadual aconteceu no longínquo ano de 1917, mais precisamente no dia 6 de maio, quando, atuando no Parque Antártica, o Palmeiras, ainda chamado de Palestra Itália, venceu por 3 a 0, com todos os gols marcados pelo atacante Caetano.

Ficha técnica:

Corinthians: Cássio; Alessandro, Paulo André, Gil e Fabio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Jorge Henrique; Emerson Sheik e Guerrero.
Técnico: Tite.

Palmeiras: Fernando Prass; Weldinho (Ayrton), Mauricio Ramos, Henrique e Juninho (Marcelo Oliveira); Vilson, Márcio Araújo, Souza, Wesley e Patrick Vieira; Vinícius (Caio).
Técnico: Gilson Kleina.

Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado;
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Ricardo Pavanelli Lanutto;
Quarto árbitro: Marcos Antonio Gomes Filho;
Assistentes adicionais: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Flávio Rodrigues Guerra;
Local: estádio do Pacaembu, São Paulo;
Data: dia 17, às 16h.

Notícias Relacionadas