Homem que engravidou menina de 9 anos é preso no México

AGÊNCIA ANSA

Cidade do México – A polícia de Jalisco, região oeste do México, prendeu Abundio Garcia, pelo crime de abuso sexual contra sua afilhada, a menina de nove anos que deu à luz em janeiro do ano passado, informaram hoje as autoridades locais.

De acordo com informações da Procuradoria de Justiça de Jalisco, provas de DNA realizadas na menina e no bebe determinaram que o pai da criança é seu padrasto, que foi preso na última quarta-feira. A menina também não teria nove anos, mas entre 12 e 13 anos segundo os exames.

“O responsável por esse crime é o padrasto da menor que teria tido relações sexuais com ela em diversas ocasiões”, informou Tomás Coronado, procurador da Justiça de Jalisco. De acordo com a versão oficial, o padrasto e a criança, conhecida apenas pelo nome de Dafne, asseguraram em suas declarações à polícia que as relações foram “com consentimento da menor”.

García poderá ser indiciado por abuso sexual de menores com uma pena entre 12 e 20 anos de prisão. De acordo com a investigação da polícia, a mãe de Dafne desconhecia que seu parceiro mantinha relações sexuais com sua filha, embora as autoridades deixam em aberto a possibilidade dela ser cúmplice do crime.

A versão original que indicava que um namorado anônimo de Dafne, de 17 anos, era o pai da criança, foi desmentida pela vítima e por García, que declarou que “ambos concordaram em contar essa história para a mãe de Dafne não descobrir”, explicou o procurador.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas