Trio do Forró faz espetáculo conduzindo grandes nomes do forró da Bahia

Além de promover o Carnaval para o folião pipoca, o trio da Bahiatursa, que conduziu os forrozeiros pelo circuito, está promovendo o São João da Bahia (Foto: Tatiana Azeviche)
Além de promover o Carnaval para o folião pipoca, o trio da Bahiatursa, que conduziu os forrozeiros pelo circuito, está promovendo o São João da Bahia (Foto: Tatiana Azeviche)

Salvador – Ao som de Vida de Viajante, de Gonzaguinha, e acompanhado, no asfalto, por 400 dançarinos de quadrilhas juninas o Trio do Forró levantou a arquibancada da passarela oficial do Carnaval, ao entrar no Circuito Osmar, no início da tarde desta segunda-feira (11). A bordo, nomes de peso do ritmo nordestino, como Targino Gondin, Carlos Pitta, Val Macambira, Gereba, Jó Miranda, Zelito Miranda, Del Feliz, Cicinho de Assis, Corisco, Verlando Gomes e Virgílio.

Para esquentar, Gereba cantou Rancheira, uma das músicas de seu repertório que mais foi gravada no país. Segundo ele, o trio realiza um sonho de Luiz Gonzaga, que era ver o forró difundido também durante o Carnaval. “O que estamos aqui fazendo hoje é a festa da diversidade, porque o Carnaval é uma festa onde todo mundo toca de tudo. Cabe a salsa trazida por Margareth Menezes e o forró de Lua Gonzaga”.

O músico Carlos Pitta escolheu como primeira música Planeta Mambembe que completa 25 anos e já foi regravada 60 vezes, além de ser uma das músicas juninas mais tocadas no Carnaval. Ele também elegeu Festa do Interior, de Moraes Moreira, porque “define muito bem este momento”.

Pitta comemorou a entrada no circuito da folia. “O forró é uma música de ponta do Brasil e o São João pode ser considerada a maior festa popular do país. Dos 417 municípios da Bahia, em pelo menos 400 tem forró”, afirmou.

Além de promover o Carnaval para o folião pipoca, o trio da Bahiatursa, que conduziu os forrozeiros pelo circuito, está promovendo o São João da Bahia, festa junina que acontece de 14 a 30 de junho, no Centro Histórico de Salvador. Em ano de Copa das Confederações, o futebol será o tema da festa e nos dias 20, 22 e 30 de junho haverá telões armados no Terreiro de Jesus para o povo ver os jogos do Brasil.

Notícias Relacionadas