PMDB cobiça a diretoria internacional da Petrobras

CLÁUDIO HUMBERTO

A diretoria internacional da Petrobras é alvo de uma disputa política até agora silenciosa entre a presidência da estatal e o PMDB. A pasta era ocupada pelo partido e está informalmente vaga desde abril de 2012, quando a presidente Maria das Graças Foster afastou três diretores que chegaram aos cargos por indicação política.

Depois das eleições no início do mês para as presidências da Câmara e do Senado, vencidas pelo PMDB com larga vantagem, intensificaram-se as pressões para que o cargo seja preenchido por um indicado do partido.

Também duas diretorias da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), vagas desde o ano passado, são cobiçadas pelo grupo de peemedebistas vitoriosos. Graça Foster acumula a presidência e o comando da Diretoria Internacional desde julho. As informações são do Estadão. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Fernando

    O PMDB cobiça tudo onde tenha grana…Espero que nas eleições de 2014, povo não vote em candidatos desse partido escroto.

Comentários estão suspensos