São Paulo derrota Guarani por 2 a 1 no Brinco de Ouro

Campinas (SP) – Depois da primeira vitória no Paulistão Chevrolet 2013, o Guarani recebeu o São Paulo neste sábado (9) e o time do Morumbi acabou vencendo a partida pelo placar de 2 a 1.

O São Paulo vai a dez pontos com o resultado e se aproxima da zona de classificação para a próxima fase. O Guarani, com quatro, permanece na parte de baixo da tabela.

A primeira chance de gol foi do Guarani. Após cobrança de falta e uma série de jogadas de cabeça, Thiago Gentil tentou finalizar a gol e Rogério Ceni ficou com a bola. O São Paulo tentava colocar a bola na área, mas a equipe campineira era quem controlava o ritmo de jogo e tinha iniciativa no começo da partida.

Aos 19, Mika bateu de longe e a bola foi por cima do gol de Rogério Ceni. O São Paulo tocava a bola e tentava ir ao ataque, sem conseguir passar da defesa do Guarani. Aos 22, Aloísio foi lançado na pequena área e tentou o toque, mas Juliano conseguiu evitar o gol do São Paulo.

Maicon teve a chance de marcar aos 27, ao mandar um forte chute defendido por Juliano. No rebote, Aloísio tentou encobrir o goleiro com o cabeceio, mas colocou por cima da meta adversária.

Aloísio abriu o placar aos 32 minutos para o São Paulo. Ele aproveitou cruzamento de Carleto após escanteio e cabeceou na primeira trave para colocar o time do Morumbi na frente do placar em Campinas.

O São Paulo ficou com um a menos no primeiro tempo quando Cañete acabou expulso após cometer falta. Aos 41, Ademir Sopa foi para o chute de longe e levou trabalho para Rogério Ceni.

Logo no primeiro lance do segundo tempo, o empate do Guarani. Após cruzamento de Diogo, a bola passou por Cominges e Thiago Gentil apareceu para empatar a partida em Campinas.

O São Paulo teve a chance logo depois em cobrança de falta que Rogério Ceni bateu e mandou no ângulo esquerdo do gol de Juliano.

O Guarani buscava a reação, mas tinha problemas em passar pela defesa são-paulina. O time da casa também ficou com um a menos em campo com a expulsão de Tiago Pagnussat. Juliano, aos 31, fez duas defesas em tentativas de Ademílson e Aloísio.

O Guarani tentava chegar com perigo e tocava a bola, sem conseguir chances de tentar o arremate ao gol de Rogério Ceni. Aos 41, Siloé ficou de frente para o gol, mas acertou o lado de fora da rede.

O São Paulo recebe o Ituano na próxima rodada. O Guarani joga fora de casa contra o XV de Piracicaba.

Guarani 1 x 2 São Paulo

Local: Brinco de Ouro da Princesa, Campinas;

Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho;
Assistentes: Humberto Lellis Talarico Leite e Alex Ang Ribeiro;
Assistentes adicionais: Adriano de Assis Miranda e Sérgio da Rocha Gomes;
Quarto árbitro: Edson Reis Pavani Junior;

Guarani: Juliano; Max (Cominges), Thiago Mathias e Tiago Pagnussat; Oziel, Ademir Sopa, Thiago Gentil (Dudu), Mika (Coutinho), Ronaldo Mendes e Diogo; Siloé
Técnico: Branco.

São Paulo: Rogério Ceni; João Filipe, Rafael Toloi, Edson Silva e Carleto; Rodrigo Caio, Maicon (Fabrício), Ganso (Lucas Farias) e Cañete; Ademílson e Aloísio (Henrique Miranda).
Técnico: Ney Franco.

Gol: Aloísio (SPO) aos 32 do primeiro tempo, Thiago Gentil (GUA) a 1, Rogério Ceni (SPO) aos 4 do segundo tempo

CA: Cañete e Rogério Ceni (SPO); Ademir Sopa, Thiago Mathias e Tiago Pagnussat (GUA)

CV: Cañete (SPO) e Tiago Pagnussat (GUA)

Notícias Relacionadas