Na mira do Banco Central, BVA era uma grande lavanderia de políticos

LAURO JARDIM

O Fundo Garantidor de Créditos (FGC) dirá hoje ao Banco Central que não houve proposta viável pela aquisição do BVA. O mais provável, a partir de agora, é que o BC decrete a liquidação do banco na semana que vem.

Quem teve acesso às informações do banco não têm dúvidas: o BVA era uma grande lavanderia de políticos. O nível de fraudes na captação de recursos de fundos de pensão estatais (a começar pela Petros a farra foi de boa monta) e subsequente empréstimos a instituições fantasmas ou sem capacidade de repagamento era grande.

Ivo Lodo, um dos controladores e principal executivo do banco, terá sérios problemas daqui para frente. (Radar On-line)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

Comentários estão suspensos