Serviço secreto americano vai vigiar Copa no Rio

CLÁUDIO HUMBERTO

Maior fornecedora do governo dos Estados Unidos, a centenária empresa V.H. Blackinton deverá ser a escolhida pela Fifa, por valores não revelados, para fornecer tecnologia ultrasofisticada de identificação nos jogos da Copa 2014 no Rio – utilizada pelo serviço secreto e Forças Armadas dos EUA no Iraque e Afeganistão: banco de dados fiscaliza todos os agentes nas entradas do Maracanã e locais de grande concentração.

Não rolou – A decisão do comando da Fifa pela empresa americana contrariou “interesses” de subalternos da Federação no Brasil. Não teve “papo”.

Pato Donald – Dispositivos móveis controlam com as digitais os horários e locais das equipes de segurança – o mesmo sistema de acesso na Disneilândia. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas