Ministério da Saúde anula concurso de residência médica no Rio

Vladimir Platonow
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O Ministério da Saúde decidiu anular o processo seletivo de residência médica no Rio de Janeiro, relativo a 2012-2013. A decisão foi anunciada em nota divulgada hoje (8), motivada pela comprovação de “falha na contabilização das notas de 22 candidatos”. Eles teriam tirado nota máxima na prova, o que despertou suspeita de alguma irregularidade no processo, conforme levantado pela Defensoria Pública da União (DPU).

Segundo o ministério, “essas medidas foram adotadas para evitar qualquer prejuízo aos 8.140 candidatos que realizaram o concurso”. Ainda de acordo com a nota, foram acionados o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF).

O calendário para a realização do novo concurso será anunciado a partir da próxima semana. A empresa colocada em segundo lugar na licitação para realização do concurso será convocada. O concurso oferece 470 vagas para residência médica em seis hospitais federais no Rio de Janeiro, além de institutos especializados e também para unidades estaduais do município de Niterói e da rede privada D´Or.

Notícias Relacionadas