Após dois anos, Justiça de São Paulo intima tesoureiro do PT à revelia

CLÁUDIO HUMBERTO

O tesoureiro da campanha presidencial de Dilma Rousseff e secretário de finanças do PT, João Vaccari Neto, foi convocado pela Justiça Federal de São Paulo para prestar esclarecimentos no processo por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, estelionato e falsidade ideológica, no qual é réu.

Vaccari é citado no processo, pois teria cometido diversos crimes enquanto ocupava a presidência da Cooperativa Habitacional dos Bancários.

A citação foi feita pela juíza Cristina Ribeiro Leite Balbone Costa, da 5.ª Vara Criminal da Capital paulista, pois o tesoureiro não se apresenta ou recebe uma intimação há dois anos. Vaccari terá dez dias para apresentar uma defesa escrita à justiça. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas