Prefeito proíbe grandes festas particulares nos acessos ao Carnaval

Salvador – A Prefeitura de Salvador não vai mais autorizar a realização de grandes festas privadas que atrapalhem o acesso das pessoas aos circuitos oficiais do Carnaval durante o período da folia. A determinação foi dada nesta quinta-feira, dia 7, pelo prefeito ACM Neto, durante a segunda reunião de trabalho da Central de Operações do Carnaval (COC), na sede da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), em Ondina.

Ontem (6), a Prefeitura, através da Transalvador, constatou que uma festa privada ocorrida no Clube Bahiano de Tênis, na Barra, atrapalhou em muito o trânsito e o deslocamento das pessoas de quem se dirigiam ao circuito Sérgio Bezerra. Muitos veículos ficaram estacionados em locais impróprios.

“Tivemos um problema de trânsito porque houve a realização de uma festa privada no Baiano de Tênis que agravou esse problema nas ruas no acesso ao Carnaval. Já proibi que se fizesse festa privada nas intermediações do Carnaval no período da festa. Vamos corrigir isso”, disse ACM Neto à imprensa, no final da reunião do COC.

O prefeito determinou à Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo (Sucom) que não conceda mais alvarás para a realização de festas privadas nas imediações dos circuitos do Carnaval durante a folia momesca. “Vamos avisar aos clubes e espaços que costumam fazer essas festas sobre essa determinação do prefeito, que será atendida. Essa medida vai ajudar a melhorar o acesso dos foliões aos circuitos”, afirmou o superintendente da Sucom, Sílvio Pinheiro, que participou da reunião do COC.

Balanço – O prefeito avaliou, após a reunião do COC, que o nível de organização do Carnaval está maior este ano do que em 2012. “A limpeza funcionou bem e o número de intercorrências na saúde foi pequeno. Em linhas gerais, avalio como muito positivo o primeiro dia”, disse o prefeito. Ontem, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que esteve de prontidão durante todo o desfile no circuito Sérgio Bezerra, registrou nove ocorrências, sendo três delas por desmaio, três em estado de alcoolemia, uma por queda, uma por convulsão e uma gestante em trabalho de parto.

Durante a reunião no COC, também foram discutidos pontos como a limpeza, organização do comércio de rua e a carga e descarga de mercadorias e bebidas durante o Carnaval. O prefeito determinou punição às empresas, sobretudo cervejarias, que fizerem carga e descarga em horários indevidos. Todos os secretários e órgãos que atuam na organização do Carnaval estiveram presentes na reunião, comandada pelo prefeito e pelo secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani.

Notícias Relacionadas