Prefeito ACM Neto entrega a chave da cidade ao Rei Momo

Prefeito pediu aos soteropolitanos e turistas que brinquem os dias de Carnaval com alegria, sem confusão (Foto Max Haack/Agecom)
Prefeito pediu aos soteropolitanos e turistas que brinquem os dias de Carnaval com alegria, sem confusão (Foto Max Haack/Agecom)

Salvador – Foi oficialmente aberto o Carnaval de Salvador. O prefeito ACM Neto, na companhia do governador Jaques Wagner, entregou hoje (6) a chave de Salvador ao Rei Momo Leandro França, mais conhecido como Léo Boy. A cerimônia aconteceu no camarote da Prefeitura, no Campo Grande, na presença da vice-prefeita Célia Sacramento, do secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani, do presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Jonga Cunha, além de outras autoridades.

Na ocasião, o prefeito pediu aos soteropolitanos e turistas que brinquem os dias de Carnaval com alegria, sem confusão. “A abertura oficial dá o pontapé para que a festa possa acontecer. A Prefeitura está consciente de que está preparada para fazer um grande evento. Esse, com certeza, será um Carnaval inesquecível. Meu desejo é que todos se divirtam muito, sem briga, nessa que é a maior festa de rua do planeta”, disse aos jornalistas.

Segundo ACM Neto, a experiência desse Carnaval dá subsídio para a organização do próximo, que será totalmente planejado pela nova administração municipal. Um dos pontos que serão fortalecidos para o próximo ano será a revitalização do circuito do Campo Grande. “O próximo Carnaval trará uma série de mudanças, mas as mais significativas serão no circuito tradicional do Campo Grande. O folião pode ter certeza que terá outro Carnaval aqui na avenida”, afirmou.

Um apelo do prefeito para a próxima festa é o fortalecimento, através dos artistas que comandam os trios elétricos, do Carnaval sem cordas. “Queremos que cada vez mais artistas tenham esse desejo de baixar as cordas, que é tão importante para o folião pipoca. Hoje o Chiclete faz a festa desse jeito, mas há também o Araketu, o Eva, e tantos outros que já começaram a aderir ao movimento, algo que tem sido natural”, observou.

O secretário Bellintani, que assumiu a secretaria com a organização da festa em andamento, afirmou que a pasta tem trabalhado para manter o aspecto moderno, dando cada vez mais espaço para as tradições. “Os dois pontos são importantes para fazer um Carnaval incrível. Vivendo a organização desse Carnaval, mesmo em pouco tempo, foi possível observar o quanto é importante olhar para as tradições. Com certeza, já aprendi muito e toda essa experiência será refletida nos próximos anos”, pontuou.

O Rei Momo Leandro França, que carregará a chave da cidade, simbolicamente, pelos próximos seis dias, esbanjou alegria. “Dá um frio na barriga diante da responsabilidade, apesar de ser o segundo ano consecutivo como Rei Momo, mas nenhum ano é como o outro. Abrir o Carnaval é uma sensação muito especial. Como sou do Recôncavo baiano, sei da importância da tradição para uma festa cultural”, disse o rei, que é agente comunitário de saúde.

Samba – O destaque no circuito Osmar (Campo Grande) no primeiro dia de folia ficou por conta do samba. Artistas como Dudu Nobre, Fora da Mídia, Delcio Luiz, Fundo de Quintal, Neto Bala e Juliana Ribeiro vão animar os foliões apresentando o que há de melhor do samba. A noite segue com o melhor do pagode e outras grandes atrações.

Notícias Relacionadas