Prefeitura reforça enfrentamento às DSTs durante o Carnaval

Salvador – A Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), intensifica a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) no período do Carnaval devido à vulnerabilidade a que estão expostos homens e mulheres, sobretudo os jovens. Para tanto, foi preparada uma estrutura especial, tanto de cunho educativo em pontos estratégicos da folia como assistencial.

O Projeto Fique Sabendo é o carro-chefe das ações por se tratar de uma iniciativa que estimula o diagnóstico precoce da Aids, através de testes rápidos. O procedimento é seguro e sigiloso, sendo realizado com apenas uma gota de sangue para se ter o resultado que fica pronto em 20 minutos. Este ano, o número de postos de coleta foi ampliado tendo, já que diagnóstico precoce é fundamental para um tratamento que garanta a qualidade de vida da pessoa infectada.

Dados do ministério indicam que das 530 mil pessoas que vivem com HIV no Brasil, cerca de 135 mil não sabem que têm o vírus da Aids. Aqueles que tiverem o diagnóstico confirmado receberão orientações dos profissionais de saúde e serão encaminhados para atendimento especializado com acompanhamento multidisciplinar nas unidades de referência do município.

No Carnaval do ano passado, 861 pessoas realizaram o teste rápido, com sete casos positivos (três do sexo feminino e quatro do sexo masculino). Desde 1984, a capital baiana já registrou mais de sete mil casos de Aids. Outro destaque consiste no incentivo ao sexo protegido através da distribuição de preservativos e material educativo sobre prevenção das DSTs. Durante as ações de 2012, foram distribuídos mais de 2 milhões de preservativos em locais de grande circulação.

Notícias Relacionadas