Carnaval 2013: Sala de Imprensa é inaugurada pelo prefeito

Salvador – A Sala de Imprensa montada pela Prefeitura de Salvador para dar suporte aos jornalistas que vão trabalhar na cobertura do Carnaval 2013 foi oficialmente aberta hoje (6) com um coquetel às 19h, no Instituto Cultural Brasil Alemanha (ICBA), Corredor da Vitória, nº 1809. A homenageada deste ano foi a jornalista Maria Lúcia Cerqueira, que faleceu no dia 30 de outubro de 2012, aos 58 anos.

O prefeito ACM Neto participou da solenidade e reforçou o empenho da prefeitura em dar suporte ao trabalho dos profissionais de imprensa. “Todos os esforços foram feitos para que a cobertura de vocês, jornalistas, seja a mais ampla possível. Queremos aperfeiçoar essa estrutura, dar melhores condições de trabalho. É trabalhando com alegria que a gente consegue chegar na Quarta-feira de Cinzas”, afirmou o prefeito ACM Neto.

O assessor geral de Comunicação da prefeitura, Roberto Messias, também destacou a estrutura montada para a cobertura da festa. “O intuito básico é facilitar o trabalho dos jornalistas de modo que possam mostrar ao Brasil e ao mundo a nossa festa e a nossa alegria. Temos também quase uma centena de profissionais da imprensa internacional aqui. Quero falar ainda da nossa homenageada, a querida amiga e jornalista Lúcia Cerqueira, que se foi muito cedo, mas deixou um legado de carinho e amizade”, disse Roberto Messias.

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e pós-graduada em Comunicação para o Mercado pela Unifacs, Lúcia Cerqueira começou no Jornalismo como repórter do Jornal da Bahia, em 1975. Passou a trabalhar na Assessoria de Comunicação Social da Telebahia em 1983, atendendo a um convite do jornalista Fernando Vita. Em seguida, trabalhou na Telebrasília, no Distrito Federal, onde ficou durante dois anos.

Ao voltar a Salvador, integrou a equipe de Comunicação da Telebahia, onde conquistou prêmios da Associação Brasileira de Jornalismo Empresarial (Aberje) por tertrabalhado para a empresa considerada “modelo” entre todas do Sistema Telebrás. Atuou também como assessora especial de Comunicação da Prefeitura de Salvador durante a gestão do secretário Diogo Tavares.

Exemplo de profissionalismo, Lúcia Cerqueira sabia como fazer críticas aos colegas e os elogiava sempre que necessário. Lúcia Cerqueira foi casada com o jornalista Rêmulo Pastore, o Reminho, e juntos tiveram Rafael Pastore, engenheiro de produção. Depois, já casada com Eduardo Pontes, teve Maria Eduarda, vaidosa como a mãe e com a mesma facilidade de fazer amigos.

“Ela sempre curtia o Carnaval com muita alegria, mas também gostava de trabalhar durante a festa. Como ela era apaixonada pelo Jornalismo, ficava feliz também em trabalhar nas coberturas. Essa foi a missão dela, que cumpriu durante sua vida. Gostava ainda de sair com as Filhas de Gandhi ou em blocos alternativos. Tenho certeza de que hoje ela gostaria de estar aqui. Com certeza ficaria feliz com a homenagem”, afirmou a irmã da homenageada, Cristina Lúcia Cerqueira, que participou do evento ao lado dos filhos da jornalista, amigos e outros familiares.

Notícias Relacionadas