Tragédia em Santa Maria: dono da Kiss deve ser preso amanhã.

Elissandro Spohr, o Kiko, sócio da boate Kiss detido em um hospital particular na cidade gaúcha de Cruz Alta, deve receber alta nesta segunda-feira (4) e em seguida será levado a uma prisão. Ele permanece internado desde o dia da tragédia porque, segundo os médicos, havia inalado fumaça tóxica e estava muito abalado com o incêndio, que matou 237 pessoas.

O médico responsável pelo tratamento, Paulo Viecili, disse neste domingo (3) à Folha que uma avaliação feita por um psiquiatra apontou que não há indicação de transferência para um hospital psiquiátrico.

No sábado (2), Viecili já havia dito que uma tomografia apontou a recuperação da capacidade pulmonar do empresário. Spohr teve a prisão decretada na última segunda-feira, mas, como já estava internado no dia da tragédia, acabou permanecendo no hospital, vigiado por policiais dentro do quarto. (Felipe Bachtold, Folha.com)

Notícias Relacionadas