Acidente com avião da Alitalia deixa 16 pessoas feridas em Roma

AGÊNCIA ANSA

Roma – A queda do bimotor turboélice ATR72 da Alitalia, controlado pela romena Carpatair, deixou 16 pessoas feridas, entre elas duas crianças. Apenas uma das vítimas teve lesões mais graves. A pista do aeroporto do Fiumicino, em Roma, continua interditada para verificação.

A empresa italiana divulgou um comunicado que “os fortes ventos” foram a causa do acidente com o avião, que na hora da aterrissagem acabou saindo da pista.

“A bordo do avião, que decolou às 19h15 de Pisa, estavam 46 passageiros, além de 4 membros da tripulação. Os passageiros foram retirados imediatamente da aeronave. Todos os passageiros que necessitaram de atendimento foram encaminhados para o hospital, apenas um passageiro teve fratura no fêmur”, informou o comunicado.

A empresa, além disso, decidiu suspender de forma imediata todos os voos operados pela Carpatair em nome da Alitalia, devido aos vários problemas apresentado pela companhia romena.

“Estamos impressionados com o número de avarias e problemas dessa companhia, tanto que pessoalmente denuncie à agência nacional de voo para verificar a segurança. Depois não soube de mais nada”, explicou o secretário nacional da União de Trabalhadores do Transporte, Marco Veneziani.

A agência nacional para a segurança de vôo afirmou que “qualquer hipótese sobre as causas do acidente são prematuras. Conforme estipulado, as causas serão identificadas pela investigação iniciada pelos técnicos de segurança. Enquanto isso, a Alitalia suspendeu os voos para Pisa e Bolonha que são operados em nome da empresa pela Carpatair.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas