Prefeitura garante carnaval em 12 palcos alternativos

Salvador – O carnaval de Salvador não se resume aos circuitos oficiais, onde desfilam as grandes estrelas e os maiores blocos. Há espaço para todos os estilos e todas as idades. São os palcos alternativos que permitem ampliar ainda mais a diversidade de manifestações culturais da maior festa de rua do planeta, oferecendo atrações musicais em bairros afastados do centro e até nas ilhas da Baía de Todos os Santos.

A Empresa Salvador Turismo (Saltur), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura (Sedes), ainda garante a estrutura de mais quatro espaços temáticos, três deles no circuito e um fora: são eles os palcos da Praça Municipal e da Praça Castro Alves, o espaço infantil, no Pelourinho, e o Palco do Rock, em Piatã.

O secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani, acredita que é importantíssimo o fortalecimento de circuitos alternativos, tanto nos bairros quanto em áreas próximas aos grandes circuitos oficiais. Ele destaca a diversidade de estilos como uma das marcas do Carnaval de Salvador, mas salienta a necessidade de desconcentrar a festa, abrindo mais espaço para o folião e desafogando os circuitos. “É fundamental que a prefeitura atue reforçando a descentralização do Carnaval, oferecendo atrações de qualidade por toda a cidade”, resumi.
A programação nos bairros vai acontecer diariamente a partir das 19h de sábado (09) a terça-feira (12). A Saltur já está providenciando a montagem de palco, sonorização, iluminação cênica, além da instalação de equipamentos de apoio, como sanitários químicos, e do reforço da iluminação pública, com instalação de gambiarras e holofotes. Os palcos foram distribuídos por alguns dos bairros mais populosos da cidade. São eles: Cajazeira X, Periperi, Liberdade, Pau da Lima, Plataforma e Itapuã. Os moradores desses bairros e áreas próximas terão a possibilidade de curtir a festa sem precisar se deslocar até o centro. A festa também será estendida a palcos montados nas ilhas de Paramana e Bom Jesus dos Passos.
O Palco do Rock que já se tornou uma tradição na Praça dos Coqueiros, em Piatã, é uma prova viva de que o Carnaval de Salvador é de todos os estilos. Jovens, a maioria vestida de preto, curtem quatro dias de intensa programação musical e cultural recheada de rock’n roll. Mas a mistura de estilos e públicos não para por aí. No Pelourinho, a Praça das Artes é o templo da garotada, que pode curtir a festa com segurança e uma programação totalmente voltada para os pequenos, em horário adequado, sempre a partir das 13h.
Outros dois espaços, esses bem próximos do circuito Osmar (Campo Grande/Avenida), dão um toque especial à multiplicidades de estilos que o folião pode desfrutar durante o Carnaval de Salvador. Na Praça Municipal, o palco e toda a infraestrutura montada pela Saltur serão o espaço dedicado ao samba na sexta (08) e no sábado (09). Nos outros dias, de domingo (10) a terça (12), a praça passa a ser o ponto de encontro das orquestras, revivendo os antigos bailes de salão. A Praça Castro Alves, templo do Carnaval de Salvador que passou por um período de ostracismosmas que vem sendo revitalizado ano a ano, terá programação musical de qualidade a partir de domingo, promovendo grandes encontros de artistas e momentos inesquecíveis para quem for curtir a festa por lá.
Carnaval nos Bairros
Liberdade – Praça Nelson Mandela (em frente ao Plano Inclinado)
Cajazeiras X – Campo Da Pronaica (depois da Fundação Bradesco)
Periperi – Praça da Revolução
Itapuã – Praça Dorival Caymmi (em frente à Igreja de N. S. de Itapuã)
Pau da Lima – Praça N. S. Auxiliadora (fim de linha)
Plataforma – Praça São Braz
Ilha de Paramana
Ilha de Bom Jesus dos Passos
Palcos temáticos
Piatã – Largo do Coqueiral (Palco do Rock)
Pelourinho – Praça das Artes (Espaço Infantil)
Praça Castro Alves
Praça Municipal

Notícias Relacionadas