Chefe da CIA na Itália condenado pelo sequestro de Abu Omar

AGÊNCIA ANSA

Milão – A tribunal superior de Milão condenou o ex-chefe da inteligência dos Estados Unidos (CIA) na Itália, Jeff Castelli, a sete anos de prisão pelo sequestro do imane Abu Omar, ocorrido em fevereiro de 2003. Mais dois agentes americanos foram condenados a seis anos.

No processo de primeiro instância, em 2009, Castelli tinha sido absolvido por imunidade diplomática, assim como os outros dois agentes. Com essa sentença o tribunal de Milão ‘cancelou’ esse privilégio dos agentes.

Abu Omar foi sequestrado em 2003 em Milão por agentes da CIA quando saía de sua casa e foi levado ao Egito, onde foi preso e sofreu torturas, segundo o próprio denunciou após ser libertado no começo de 2007.

O ex-número dois do Serviço de Inteligência e Segurança Militar (Sismi), Marco Mancini, também é acusado de participar do sequestro junto com outros membros do Sismi.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas