Três deputados registram candidatura à presidência da Câmara

Iolando Lourenço
Agência Brasil

Brasília – Os deputados Rose de Freitas (PMDB-ES), Júlio Delgado (PSB-MG) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) registraram hoje (1º) suas candidaturas à presidência da Câmara dos Deputados. O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) deve formalizar seu nome para a disputa até domingo (3), quando termina o prazo de inscrição.

Outros nomes ainda poderão entrar na disputa pela presidência da Casa. O registro de candidaturas poderá ser feito até as 22 horas de domingo (3). A eleição está marcada para ter início as 10 horas de segunda-feira (4).

Atual primeira vice-presidenta, Rose de Freitas foi a primeira a registrar a candidatura na Secretaria-Geral da Mesa da Câmara. Em seguida, foi a vez do deputado Júlio Delgado. Rose de Freitas disse que sua candidatura “é para valer” e não será retirada. “A minha candidatura é para mudar os rumos da Câmara. Vou honrar cada voto”. Para ela, as chances de haver segundo turno “são grandes”, segundo levantamento feito com vários colegas.

O deputado Júlio Delgado é da mesma opinião de Rose. “A gente não tem dúvida de que haverá segundo turno de votação”. O deputado mineiro disse que a eleição de Renan Calheiros (PMDB-AL) como presidente no Senado pode influenciar a disputa na Câmara. “Os partidos da base aliada devem calcular o risco de se concentrar tanto poder em apenas um partido”, frisou Delgado, sobre a possibilidade do PMDB comandar as duas Casas.

No início da noite, foi a vez do deputado Henrique Eduardo Alves registrar sua candidatura. Com o apoio declarado da maioria dos partidos, Alves é o favorito para a disputa. Para ser eleito em primeiro turno, o candidato terá que obter, pelo menos, 257 votos dos 513 deputados. Se isso, não ocorrer, os dois mais votados irão para a disputa em segundo turno. Neste caso, ganhará o deputado que obtiver maior número de votos.

Notícias Relacionadas