Só o Barcelona está à frente do Corinthians, segundo Tite.

Tite impressionou quando surgiu, passou anos tentando se firmar e finalmente virou ídolo da segunda maior torcida do país. No melhor momento da carreira, ele mantém um discurso humilde, mesmo sendo um forte candidato a técnico da seleção após a Copa do Mundo de 2014. A retórica só vira confiança ao falar do seu Corinthians. O técnico campeão da Libertadores e do Mundial rasga elogios ao Barcelona e acha que pode disputar com Real, Bayern e companhia.

“Em termos gerais, coloco o Barcelona sempre um ponto acima dos demais. Os outros todos eu coloco que dá para brigar, mas o Barcelona está à frente”, diz ele, que vê no time catalão uma filosofia de jogo que já dura décadas.

Está longe de ser a opinião de um leigo. Tite ganhou a Copa do Brasil de 2001 de forma surpreendente com o Grêmio e viveu um hiato na carreira até o título da Sul-Americana pelo rival Inter em 2008. Neste período, ele viveu passagens turbulentas por Palmeiras, Atlético-MG e até pelo próprio Corinthians.

Para não se tornar mais um treinador comum, foi conhecer novas escolas de futebol e se reciclou para ter a chance de brilhar em São Paulo, o mercado mais atraente para os técnicos. (Gustavo Franceschini /Uol Esporte)

Notícias Relacionadas