Renan Calheiros volta à presidência do Senado com apoio de Dirceu

O peemedebista Renan Calheiros (AL), que deve voltar hoje à presidência do Senado cinco anos após deixar o cargo por suspeitas de corrupção, disse ontem à Folha de São Paulo que, se eleito, irá priorizar uma agenda ética: corte de gastos e “transparência absoluta” na Casa.

Em entrevista, Renan afirmou que “não haverá espaço para a dúvida” durante a sua gestão, que vai trabalhar para “robustecer o Congresso” e que criará “barreira jurídica contra qualquer iniciativa com pretensões de restringir a liberdade de informação”.

Em 2007, o senador renunciou à presidência do Senado após ser acusado de ter despesas pessoais pagas por lobista de uma construtora.

O senador disse que não se sente desconfortável em presidir a Casa mesmo tendo sido denunciado na semana passada por ter apresentado notas fiscais frias para justificar seu patrimônio no escândalo de 2007.

Ele acusou o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, de agir politicamente para beneficiar seu adversário na disputa, o senador Pedro Taques (PDT-MT), que é procurador da República.

“A iniciativa, sabe-se agora, foi para beneficiar um candidato à presidente do Senado da própria corporação.” Gurgel nega ação política.

O senador disse que irá tratar o Executivo com independência. E prometeu colocar em votação os vetos presidenciais a projetos aprovados pelo Congresso, demanda que não interessa ao Executivo.

Ontem o ex-ministro José Dirceu (PT) saiu em defesa do Renan afirmando que ele tem sido vítima de “falso moralismo” patrocinado por imprensa e Ministério Público.

“O que estamos assistindo em relação ao senador Renan é, de novo, uma ofensiva midiática dando cobertura a denúncias contra ele concertadas com ações do Ministério Público Federal”, afirmou o petista, condenado no julgamento do mensalão a 10 anos e 10 meses de prisão. (Folha de S. Paulo)

Notícias Relacionadas

10 Comentários

  1. HUGO

    Tanto faz, o povo não anda vendo luz no final do túnel mesmo. a desmoralização e total.

  2. Mauricio José

    Qual Dirceu? Dirceu Padilha, Dirceu Lopes, Dirceu Nogueira, Dirceu das Quantas, Dirceu das Couves?

  3. francisco quadros

    Aos poucos as quadrilha de Lula vão se reorganizando para voltar… lamentável…

  4. JOSE MORAES

    SERÁ QUE O POVO BRASILEIRO NÃO VAI MOBILIZAR-SE PARA ACABAR DE UM VEZ POR TODAS COM ESTES BANDIDOS DA
    POLITICA?
    ESTA CORJA DE POLITÍCOS QUE APOIAM ESTES RENANS DA VIDA!
    VAMOS PASSAR O BRASIL A LIMPO, NÓS MERECEMOS PORQUE, PAGAMOS OS MAIORES IMPOSTOS DO MUNDO, FALTA EDUCAÇÃO, TRABALHO, SEGURANÇA, ET, ETC, ETC.
    CADE O STJ SR. JOAQUIM BARBOSA, ENTENDO NÃO PODE FAZER TUDO SOZINHO.

  5. douglas

    e uma vergonha pra nação brasileira corrupto de volta a presidencia do senado. mas como isso ocorre atravez de negociação fazer o que.

  6. José Moreira

    Qual Dirceu. Como vocês colocam uma coisa no título e não falam dela na notícia? Amadores.

  7. Albino

    Estamos em maus lençóis… Os condenados do mensalão estão em plena atividade.. (recheando o bolso). O Renan, com processo em andamento, Presidente do Senado…
    Logo estarão preparando terreno, para a volta do desaparecido Lula..
    O Lula dizia, estamos combatendo a corrupção, quando na verdade, defendia seus pares até as últimas instâncias. Só demitia, quando não havia mais outra opção…
    Lamentável…

  8. josemariagonçalves

    é lamentavel que os mesmo ator que desmoralizou o senado e pior ainda com o aval dos mesmos atores que não deveriam ser reeleitos irão coloca-los lá novamente culpa de quem eleitores de vcs mesmos que os colocaram lá ,é inadmissivel e imoral lamentavel,fico triste e decpcionado em ves de irmos para o futuro estamos votando ao passado

  9. noslen ar erbac

    esse bando de <honestos acima são contra a eleição ou o que? Renan e Sarnei foram eleitos por milhares de votos!Não tem nenhum ditador,só eleitos pela via democratica!

Comentários estão suspensos