Randolfe e Cristovam afirmam que há dissonância entre Senado e sociedade

CLÁUDIO HUMBERTO

Os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Cristovam Buarque (PDT-DF), contrários à eleição de Renan Calheiros (PMDB-AL) para a presidência do Senado, afirmaram que há uma diferença de opinião entre a sociedade e a decisão da maioria dos senadores.

“Me parece que é um caminho de dissonância da sociedade”, disse Randolfe. Já Cristovam foi mais enfático, e completou: “Há uma dissonância sim, com o que o povo quer, e o que o Senado precisa. É a marcha da insensatez”, disse.

Os dois saíram do plenário no momento em que o senador eleito, Renan Calheiros, iniciava seu discurso de vitória. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. ladir do amparo santos

    Já era de si esperar,no senado quanto mais criminoso for o senador mais indicações para cargos no senado ele terá.
    Já dizia Calígula na antiga Roma meu cavalo vale mais que um senador.
    Aqui no Brasiil um cavalo vale mais que 81 senadores.

Comentários estão suspensos