PSB articulou ‘rasteira de fachada’ contra Renan Calheiros

CLÁUDIO HUMBERTO

A tentativa do PSB de lançar ontem, de última hora, o senador Antônio Carlos Valadares (SE) candidato ao Senado contra Renan Calheiros (PMDB-AL) foi uma jogada dupla do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Segundo senadores, Campos quis marcar posição contra o PMDB, forte concorrente para 2014 e, ao mesmo tempo, se distanciar do PSDB, que apoiou Pedro Taques (PDT-MT).

Jogo duplo – Eduardo Campos quer sair candidato em 2014, com apoio do PSDB, ou desbancar o PMDB da vice-presidência de Dilma.

Fora de hora – A ideia de lançar Valadares nos 45 do segundo tempo, são indícios de jogo apenas para “marcar posição”.

Alvo comum – Adversário político de Renan em Alagoas, o senador Benedito de Lira (PP) foi um dos primeiros a incentivar Valadares a entrar na disputa.

Pra bom entendedor – Valadares reclamou à presidenta Dilma, em voo de Sergipe à Brasília, das condições em que Renan disputaria. Dilma ficou em silêncio. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas