Premier turco confirma 2 mortes em atentado suicida contra embaixada dos EUA

AGÊNCIA ANSA

Ancara – O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que a explosão diante da embaixada dos Estados Unidos em Ancara foi um ataque cometido por um terrorista suicida. O premier também fez um apelo ao compromisso global para combater “os terroristas”.

A explosão ocorreu nesta sexta-feira e deixou ao menos dois mortos, de acordo com a imprensa local. Uma das vítimas é o terrorista e a outra, é um segurança.

Os jornais turcos afirmam que, entre os vários feridos pela explosão, há uma jornalista, identificada como Didem Tuncay, de 38 anos e ex-repórter da emissora NTV. Ela sofreu ferimentos na cabeça e está “em condições críticas”.

Tuncay estava entrando na embaixada no momento do ataque. Ela iria pedir um visto para viajar aos Estados Unidos.

O ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, emitiu uma nota condenando “com firmeza” o atentado e expressando “solidariedade às autoridades norte-americanas e turcas”.

Uma emissora pública da Turquia afirmou que o terrorista pode pertencer ao grupo de extrema esquerda DHKP-C, acusado de um atentado cometido em setembro em Istambul.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas