Quatro pessoas ficam feridas durante tiroteio em favela pacificada no Rio

Rio de Janeiro – Quatro pessoas foram feridas durante troca de tiros entre homens armados e policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo da Penha, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. O tiroteio foi na noite de ontem (16), e não houve prisões ou apreensão de armamento. De acordo com a polícia, nenhuma das vítimas foi ferida com gravidade.

Ocupado desde novembro de 2010, o Complexo da Penha possui quatro UPPs (Chatuba, Fé e Sereno, Vila Cruzeiro e Parque Proletário).

Menos de 12 horas após o ataque aos policias da UPP, a Polícia Militar iniciou na manhã de hoje (17) ocupação das comunidades do Arará e Rato Molhado, também na zona norte do Rio, para futura pacificação dessas áreas.

A operação continua em andamento e, até o momento, os policiais apreenderam na comunidade do Rato Molhado crack e maconha, além de máquinas de caça-níquel. Gilson de Oliveira Souza, 48 anos, que tinha um mandado de prisão por roubo contra ele, foi preso na operação.

Na comunidade do Arará foram apreendidos um revólver, frascos de lança perfume, peças de fuzil, carregadores de submetralhadoras e quatro motos.

Notícias Relacionadas