Aeronáutica reforça buscas a helicóptero desaparecido na Serra Paulista

Mariana Tokarnia
Agência Brasil

Brasília – A busca por um helicóptero desaparecido na Serra Paulista foi retomada hoje (14) pela Força Aérea Brasileira, a FAB. O grupo responsável pela procura foi reforçado por oito oficiais.

O helicóptero é do empresário Éder Coelho. Ele viajava com a esposa, Carolina Fernandes, de Arujá, na região metropolitana de São Paulo, para Ilhabela, no litoral do estado, onde o casal tem uma casa.

No dia 3 deste mês, o helicóptero partiu de São José dos Campos, que fica a 56 quilômetros de Arujá, mas a família do empresário soube do desaparecimento segunda-feira (7), porque ele não foi trabalhar.

Com o reforço nas buscas, a equipe da FAB passou de 17 para 25 oficiais. A aeronave SC-105 Amazonas, que realiza voos desde o início da operação, na última sexta-feira (11), passou a dividir o trabalho com um helicóptero CH-34 Super Puma, capaz de realizar voos mais baixos, o que facilita a visualização.

Nesse final de semana, o mau tempo prejudicou os voos. No sábado (12), a aeronave conseguiu decolar, mas as buscas duraram menos de quatro horas. Os militares sobrevoaram 600 quilômetros quadrados entre os municípios de Redenção da Serra e São Luiz do Paraitinga.

No domingo, com a ajuda do Super Puma, ambas aeronaves percorreram 1600 quilômetros quadrados. Até o momento, não há vestígios do helicóptero desaparecido.

No sábado, o irmão de Carolina, Paulo Fernandes, disse à Agência Brasil ter esperança nas buscas, mas ressaltou que, com o passar do tempo, a situação vai ficando dramática.

Notícias Relacionadas