Título do Corinthians é marcado por gols decisivos no sgeundo tempo

O peruano Guerrero foi o herói do título mundial
O gol do Corinthians na decisão do Mundial de Clubes marcado pelo peruano Guerrero aos 23 minutos do segundo tempo não foi um expediente novo para o torcedor corintiano na trajetória que levou a equipe do título da tão sonhada Copa Libertadores da América ao título mundial. Neste percurso, os jogos mais importantes do time alvinegro foram decididos na segunda etapa.

A começar pelas quartas de finais do torneio continental, quando o adversário era o Vasco. Depois de empates sem gols no primeiro jogo em São Januário e no primeiro tempo da partida de volta, no estádio do Pacaembu, Paulinho marcou de cabeça, já nos minutos finais da partida, o gol da classificação corintiana.

Tendo vencido a partida de ida na Vila Belmiro por 1 a 0, o Corinthians viu o Santos encerrar a primeira etapa da segunda partida no mesmo Pacaembu com vitória parcial mínima. No entanto, ainda no começo do segundo tempo, Danilo, também em jogada de escanteio, empatou a partida esfriando completamente o adversário e selando a classificação à final.

Nesta, novo empate fora de casa, mas desta vez por 1 a 1 e jogo truncado na primeira etapa do Paulo Machado de Carvalho. Na segunda metade da partida, porém, o Corinthians sob a batuta de Danilo e o poder de decisão de Emerson, fez 2 a 0 no time argentino e conquistou o título continental.

No Japão, diante do poderoso e decantado Chelsea da Inglaterra, o Corinthians fez um ótimo primeiro tempo, mas não conseguiu marcar, o que poderia ser um bom sinal, visto o retrospecto do time no segundo tempo das decisões. E foi mantida a sequência, Paolo Guerrero aproveitou bola que sobrou da boa jogada de Jorge Henrique, Paulinho e Danilo para marcar o gol histórico em Yokohama.

Notícias Relacionadas