970×90

Homem é preso por atirar em carro da Polícia Militar

Salvador – Depois de atirar, com um revólver calibre 38, contra uma guarnição da Polícia Militar que fazia patrulha em Cajazeiras VIII, Roberto Caldas da Silva, de 23 anos, foi preso e conduzido, nesta segunda-feira (12), para a 13ª Delegacia Territorial (DT/Cajazeiras), onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e resistência à prisão. A pena pelo crime pode chegar a até seis anos.

Os policias da 3ª Companhia Independente da PM (CIPM) chegaram ao criminoso depois de receberem informações que um homem estava circulando pelas ruas do bairro exibindo revólver e fazendo ameaças às pessoas que passavam por ele. De acordo com o delegado Miguel Cicerelli, titular da 13ª DT, Roberto começou a atirar assim que percebeu a aproximação da viatura. Foram cinco tiros.

Com passagens pela 9ª e 11ª DTs por ameaça e desacato, Roberto alegou em seu depoimento que estava armado para se proteger de inimigos, que não soube apontar quais. Investigadores apuram agora se arma, que já foi encaminhada para perícia, era utilizada por ele para a prática de assaltos a transeuntes. Roberto segue custodiado na carceragem da 13ª DT à disposição da Justiça.

Notícias Relacionadas