970×90

Junior Cigano enfrenta Velásquez, o homem de quem tirou o título.

Cigano diz que vai estar 100% para defender o cinturão. (Foto:Reprodução)
Campeão dos pesos-pesados do UFC, o brasileiro Junior Cigano está em fase de preparação para defender seu cinturão pela segunda vez, contra o homem de quem tirou o título: o americano Cain Velásquez. O primeiro confronto entre os dois, em novembro de 2011, durou apenas 1m04s: foi o tempo necessário para o catarinense radicado na Bahia nocautear o adversário, com um overhand de direita.

O americano, que fazia seu retorno de lesão após 13 meses parado, disse recentemente que pretende fazer um combate mais longo desta vez, no UFC 155, em 29 de dezembro, e ditar o ritmo. Para Cigano, porém, a luta pode até ser mais rápida.

– Desta vez, como o próprio Cain disse, ele quer que a luta seja mais longa, que a luta pelo menos aconteça. Ele é excelente wrestler e acredito que ele vai querer levar para o chão. Ele vai tentar fazer comigo o que ele fez com o Pezão (no UFC 146). Mas não tenho medo nenhum, vou estar 100% para defender o cinturão. Luta é luta, a gente nunca sabe como será, talvez essa seja mais rápida do que aquela – disse o campeão em entrevista ao programa “Mundo da Luta”, da rádio Beat 98, no domingo.

O peso-pesado, que disse estar pesando 110kg, está treinando em São Paulo, na academia montada por Anderson Silva no Corinthians, clube que o contratou recentemente. Cigano elogiou a estrutura que encontrou, mas contou que terminará o camp de treinos em Salvador, como de costume.

– A parte final vai ser feita na Bahia, mas por enquanto estou aqui no Corinthians fazendo meu treinamento. Trouxe toda minha equipe, o (Luiz) Dórea (treinador principal de Cigano) também está vindo, o (Ednaldo) Lula também vai vir treinar um pouco com a gente. Até pela estrutura toda que o Corinthians fornece para a gente, estou me sentindo muito bem, tem de tudo aqui. (SporTV.com)

Notícias Relacionadas