Capa » Blogs » Alô Bahia » Mário Kertész é acusado de favorecer campanha de Pelegrino pelo MPE

Mário Kertész é acusado de favorecer campanha de Pelegrino pelo MPE

O Ministério Público Eleitoral na Bahia emitiu ontem duas representações contra o radialista Mário Kertész, terceiro lugar na disputa pela prefeitura de Salvador. Segundo o procurador regional eleitoral, Sidney Madruga, o radialista usou seu programa na rádio Metrópole para favorecer o candidato do PT no segundo turno, Nelson Pelegrino, durante entrevista com o governador do estado, Jaques Wagner (PT), na manhã de ontem.

Para Madruga, Kertész também fez propaganda para Pelegrino em um discurso na emissora no último dia 11, quando declarou apoio oficial ao petista um dia depois de o PMDB fechar aliança com o democrata. Na ocasião, Kertész também pediu desfiliação de seu partido.

As representações do procurador regional eleitoral pedem que promotores eleitorais “tomem as providências cabíveis com relação aos supostos ilícitos realizados”. O caso pode resultar em multas com valores ainda não definidos. Kertész disse que vai encaminhar as representações ao setor jurídico da rádio e afirmou que “a cobertura do Grupo Metrópole vem sendo pautada com o equilíbrio de sempre”.