Santos arranca empate contra o Grêmio e Neymar é expulso

Porto Alegre – Em busca da reabilitação no Campeonato Brasileiro, o Santos foi a Porto Alegre enfrentar o Grêmio neste domingo (30), e a partida, que teve duas expulsões, terminou empatada por 1 a 1 no Olímpico. O resultado leva o Grêmio a 50 pontos, na terceira posição, mas sem conseguir se aproximar do Atlético-MG. Já o Santos, com 34, não consegue se afastar do grupo de times que brigam contra o rebaixamento.

O jogo começou com o Grêmio indo para cima e buscando com mais força o ataque. Aos sete minutos, Felipe Anderson tentou pela primeira vez um lance ofensivo para o Santos e Anderson Pico subiu para o corte. Dois minutos depois, Adriano foi para o chute e a bola bateu em Souza no caminho.

Pará partiu com a bola pela direita e cruzou para Marcelo Moreno mandar por cima do gol de Rafael. Aos 16 minutos, foi a vez de Anderson Pico cruzar para o boliviano subir para o cabeceio e acertar o travessão santista, com a bola ainda quicando no gramado em frente ao gol.

Aos 18, em cobrança de falta de Elano, Gilberto Silva deu um toque e Rafael fez a defesa, mas soltou a bola. Ewerton Páscoa, após confusão na área, conseguiu tirar o perigo. Marcelo Moreno, aos 25, invadiu a área e bateu cruzado pela linha de fundo.

A pressão seguia sendo gremista, com o Santos tendo de se posicionar mais no campo de defesa. A insistência levou ao gol, aos 33 minutos, com Werley, que desviou cobrança de Zé Roberto e Rafael não conseguiu defender.

Felipe Anderson tentou a reação em cobrança de falta, que a defesa afastou. Também na bola parada, o Grêmio arriscou com Zé Roberto, mas a zaga santista também fez seu trabalho. Neymar, aos 41, também teve sua chance, mas mandou a bola para fora.

Gérson Magrão recebeu de Neymar e tentou o chute, mas para longe da meta de Marcelo Grohe. O Santos buscava se arriscar mais nos minutos finais da etapa inicial, mas sem obter sucesso.

O Grêmio teve a primeira boa chance do segundo tempo em contra-ataque, mas Pará errou o cruzamento para a área. Aos quatro minutos, Zé Roberto tentou levantar a bola na área, mas a defesa cortou.

Neymar acabou expulso aos sete minutos de jogo depois de dar um “pisão” em Pará na disputa de bola. A inferioridade numérica em campo não impediu o empate do Santos, com Bruno Rodrigo, aos 12 minutos.

O Grêmio perdeu a grande chance do segundo tempo em cruzamento da esquerda. Nem Marcelo Moreno e muito menos Kléber, conseguiram completar para o gol. Aos 22, foi a vez de Gérson Magrão tentar marcar o gol da virada, mas mandou a bola longe da meta gremista.

Mesmo com um jogador a mais, o time da casa seguia não concluindo as oportunidades que tinha. Aos 29, Leandro foi lançado por Elano, invadiu a área, mas errou na hora do chute. Bernardo, aos 32, bateu falta e mandou para fora.

O Grêmio chegou a marcar o que seria o segundo gol, mas a arbitragem acabou invalidando o lance ao apontar que André Lima usou a mão para conduzir a bola na jogada. Elano bateu falta aos 40 e Rafael saiu do gol para a defesa.

Nos minutos finais, os dois times tentaram chegar ao gol da vitória e aproveitar toda chance possível. Nos acréscimos, Léo Gago acabou expulso ao cometer falta para parar contra-ataque de Felipe Anderson, que se encaminhava em direção ao gol. Na cobrança, Bernardo acertou o travessão de Marcelo Grohe.

O Santos recebe o Internacional na próxima rodada, enquanto o Grêmio joga novamente em casa, diante do Cruzeiro.

Ficha técnica

Grêmio 1 x 1 Santos

Local: Olímpico Monumental, Porto Alegre (RS).

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE);
Assistentes: Roberto Braatz (PR/FIFA) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Assistentes adicionais: Edmundo Alves do Nascimento (SC) e Evandro Tiago Bender (SC);

Grêmio: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Gilberto Silva e Anderson Pico (Léo Gago); Fernando (Leandro), Souza (André Lima), Elano e Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Santos: Rafael; Ewerton Páscoa, Bruno Rodrigo, Durval e Gérson Magrão; Adriano, Arouca e Felipe Anderson; Pato Rodríguez (Bernardo), Neymar e André (Bill).
Técnico: Muricy Ramalho

Gols: Werley (GRE) aos 33 do primeiro tempo, Bruno Rodrigo (SAN) aos 12 do segundo tempo

CA: Zé Roberto, Kléber, Pará, Elano e Vílson (GRE); Neymar, Adriano, André e Ewerton Páscoa (SAN)

CV: Neymar (SAN) e Léo Gago (GRE)

Notícias Relacionadas