Fluminense bate o Flamengo com golaço de Fred e dispara na liderança

De voleio, Fred marcou um golaço e garantiu a vitória do Flu (Foto: Fluminense/Divulgação)
Rio de Janeiro – No clássico em que Abel Braga se tornou o quarto técnico que mais dirigiu o Tricolor e Thiago Neves completou 150 jogos, mais duas estrelas brilharam. Fred marcou o golaço da vitória por 1 a 0 contra o Flamengo. E Diego Cavalieri assegurou o resultado com grandes defesas, uma delas de pênalti.

A rodada deu peso maior ao triunfo da turma comandada por Abel Braga. O Atlético-MG, vice-líder, não conseguiu vencer a Portuguesa no sábado – empatou por 1 a 1 no Canindé. O Fluminense agora tem 59 pontos, contra 53 do Galo. Já o Flamengo foi prejudicado pela vitória do Bahia sobre o Botafogo, mas pelo menos viu o Coritiba empatar em casa com o São Paulo e o Sport perder fora para o Corinthians. Está em 11º, com 34 pontos – sete a mais do que os pernambucanos, que abrem a zona de rebaixamento.

O primeiro colocado do Brasileirão volta a campo no sábado, em clássico contra o Botafogo no Engenhão. Dois dias antes, no mesmo estádio, o Rubro-Negro recebe o Bahia.

O primeiro tempo começou estudado. A primeira chance veio com o Flamengo, aos sete minutos. Cleber Santana tocou para Ramon na esquerda, que mandou para fora. O Flu deu o troco aos 15 minutos. Thiago Neves recebeu de Deco e partiu em contra-ataque, chutando por cima do gol. Dois minutos depois, Deco, mais uma vez, lançou Nem, que tocou por cima na saída de Felipe, mas a zaga cortou para escanteio. Na cobrança curta, Deco recebeu a bola e cruzou na entrada da área para o artilheiro Fred mandar de voleio para o fundo da rede. Golaço!

Após o gol, o Flu recuou e passou a jogar no contra-ataque. O Flamengo teve duas oportunidades de empatar com Ibson. Aos 20 minutos, Cleber Santana cobrou falta na cabeça do meia, que apareceu de surpresa – a bola passou rente à trave. Aos 22 minutos, Cleber novamente lançou Ibson na área, mas Diego Cavalieri saiu bem fechando o gol.

O Flu voltou a levar perigo em três lances com Wellington Nem. Aos 33 minutos, ele recebeu na área e tentou de bicicleta para fora. Em seguida, foi lançado por Deco mas Felipe se antecipou bem. A terceira oportunidade veio no final da primeira etapa. O atacante conseguiu dominar na área mas tocou fraco para o gol.

Segundo tempo

O segundo tempo foi eletrizante. O Flamengo veio para cima em busca do empate. O Flu teve as melhores chances em bolas paradas de Thiago Neves. Logo no primeiro minuto, ele cobrou na trave.

Aos seis minutos, blitz do Flamengo na área, mas a zaga tricolor conseguiu afastar. Thiago Neves, aos 10 minutos, cobrou falta outra vez para boa defesa de Felipe. Aos 23 minutos, Nem partiu pela direita e foi derrubado por Ramon. Thiago Neves bateu no travessão.

O jogo ficou eletrizante com a pressão rubro-negra. Cavalieri, com voz prejudicada para organizar o time após um choque aos 15 minutos, foi guerreiro e segurou o placar. Aos 32 minutos, Cleber Santana teve a melhor oportunidade, mas mandou por cima do gol. No lance seguinte, Nixon cabeceou para linda defesa de Cavalieri. A defesa do jogo veio aos 40 minutos, em pênalti de Diguinho em cima de Wellington Silva. Cavalieri caiu bem no canto para defender a cobrança de Bottinelli.

O Flamengo ainda teve um gol anulado de Vagner Love aos 42 minutos, impedido, segundo a arbitragem.

Notícias Relacionadas