Registros da PF mostram que réu do mensalão está fora do país

Juíza não consegue citar Henrique Pizzolato em processo
Juíza não consegue citar Henrique Pizzolato em processo
LAURO JARDIM

Condenado pelo STF por corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro, o mensaleiro Henrique Pizzolato está em local ignorado — e, mais grave, pode estar fora do Brasil.

Os computadores da PF registram que Pizzolato deixou o país em julho, pouco antes, portanto, do início do julgamento do mensalão, que começou no dia 2 de agosto. Não consta registro de retorno do ex-diretor do Banco do Brasil.

Outra evidência de que Pizzolato pode ter se mandado é que no dia 13 de setembro a juíza do TRF Simone Schreiber assinou um despacho determinando sua citação por edital em um processo a que o mensaleiro responde por “crime contra o sistema financeiro”. Motivo: o oficial de Justiça designado para a missão nunca conseguiu encontrá-lo.

José Dirceu continuava firme e forte em São Paulo, na sexta-feira passada. (Radar On-line)

Notícias Relacionadas