Serra leva beijo na boca de eleitora em São Paulo

Serra sobre o beijo na boca: ''O que eu posso fazer? Eu achei na primeira vez que tinha sido erro de pontaria. Aí veio a segunda vez, então já não era erro de pontaria.''(Foto: Reprodução)
O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, levou um beijo na boca de uma eleitora nesta quinta-feira durante uma caminhada num centro comercial de roupas por atacado em São Paulo. O “ataque” aconteceu quando o tucano entrou em uma loja para cumprimentar funcionários e clientes. A vendedora em questão chamou por ele.

Serra aproximou-se para cumprimentá-la, mas a moça, comemorando a presença do candidato, segurou-o pelo rosto e deu-lhe o beijo.

Numa primeira tentativa, os lábios dela tocaram o rosto de Serra. Ela, então, insistiu e acertou a boca. Na semana passada, o candidato tucano já havia passado por situação inusitada ao tentar bater um pênalti e deixar o sapato escapar do pé.

Desconcertado, Serra riu e continuou a caminhada. Mais tarde, em entrevista, ele comentou:

– O que eu posso fazer? Eu achei na primeira vez que tinha sido erro de pontaria. Aí veio a segunda vez, então já não era erro de pontaria. É a primeira vez em todas as campanhas, e eu faço campanha há muito tempo. Nunca aconteceu isso de me pegarem distraído.

Serra usou o episódio para revidar uma declaração do adversário Fernando Haddad (PT) de que Serra não poderia mais sair às ruas por causa da alta rejeição nas pesquisas eleitorais. O tucano tem o índice mais alto entre os candidatos – 40%.

– Quanto a andar na rua, vocês veem o absurdo que foi aquela declaração – disse.(Silvia Amorim,O Globo)

Notícias Relacionadas