Projeto Água sem Óleo da Embasa vai intensificar ações em Ilhéus

Itabuna – O projeto Água sem Óleo já recolheu 1.330 litros de óleo de cozinha em quatro restaurantes do centro de Ilhéus, região onde se concentram quase 50 estabelecimentos do gênero. O gerente de Esgotamento Sanitário da Unidade Regional da Embasa em Itabuna, Felipe Madureira, observa que a baixa adesão não possibilita, ainda, um impacto positivo nas obstruções da rede coletora de esgoto da área.

Numa reunião realizada no auditório Rio de Engenho, da UCE, em Ilhéus, ficou definido que serão intensificadas as visitas de sensibilização aos bares, restaurantes e lanchonetes para conseguir mais adesões ao projeto que, entre outras finalidades, visa diminuir o lançamento do óleo na rede coletora de esgoto, o que pode causar entupimento.

O óleo coletado pela Embasa é doado a um grupo da Associação de Moradores do Bairro Teotônio Vilela para a fabricação de sabão artesanal, possibilitando uma nova alternativa de renda para a comunidade. A quantidade coletada atualmente é inferior à demanda da associação, que tem recorrido à coleta nas residências dos próprios moradores.

A assistente social da Embasa Cibele Fontes ressalta que o projeto tem muitas possibilidades de crescimento e que está servindo de instrumento de sensibilização sobre os problemas ambientais dos moradores do Teotônio Vilela, onde a Embasa desenvolve o projeto COM+Água, que visa a redução de perdas de água e eficiência energética.

No desenvolvimento do projeto Água sem Óleo, a Embasa estabeleceu parcerias com a Universidade do Mar e da Mata (Maramata), Secretaria do Meio Ambiente de Ilhéus, Cáritas -organização ligada à Igreja Católica -, além da Associação dos Moradores do Bairro Teotônio Vilela.

Notícias Relacionadas