Traficante que matou mulher a pauladas já está preso

Salvador – O traficante e assaltante Rodrigo Costa dos Santos, 22 anos, que assassinou a pauladas a ex-companheira Larissa dos Santos, 23, no último dia 19, em Fazenda Coutos, foi preso, nesta quarta-feira (26), por investigadores da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Periperi, onde foi apresentado à imprensa às 16 horas.

Segundo a delegada Olveranda Oliveira, titular daquela unidade especializada, o agressor, com diversas entradas em delegacias por envolvimento em assaltos e tráfico de drogas, foi localizado na Ceasa, em Simões Filho, onde estava escondido desde o dia do crime.

Larissa, que faleceu dois dias depois de internada no Hospital do Subúrbio, foi agredida a pauladas durante uma discussão fútil, motivada pelo fato de que havia procurado o ex-companheiro para dar um recado, na manhã dia 19. Até um aparelho de TV foi jogado na cabeça da vítima, que disse, ao dar entrada no hospital, ter sofrido apenas uma queda.

Familiares negam a versão do acidente e apontam Rodrigo – que não se conformava com o fim do relacionamento – como autor das agressões, que levaram Larissa à morte. Ele vai responder pelo crime de homicídio e deverá ser encaminhado à carceragem da Deam/Brotas, onde ficará à disposição da Justiça.

Balanço

Três autores de violência doméstica foram presos em flagrante, na terça-feira (25), em Feira de Santana, por policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) local. Dois dos agressores são maridos das vítimas e a terceira ocorrência teve como autora uma mulher, que depois de agredir fisicamente a irmã, a ameaçou de morte.

Traficante de drogas, Cleiciane de Araújo Cerqueira de Assis, a “Keice”, 20 anos, esmurrou a irmã Gleicia, 21, durante uma discussão e, armada com uma faca, tipo peixeira, ameaçou matá-la. Contida por policiais, a agressora foi conduzida à Deam/Feira, onde a delegada titular Ana Virgínia Paim a autuou em flagrante.

Álisson Mascarenhas de Lago, 29 anos, também foi autuado por ter agredido a companheira Josefa Tatiane Oliveira Santos, 31, que o denunciou naquela unidade policial especializada. Além de espancá-la, o companheiro queria atear fogo na residência do casal, utilizando gasolina.

Embriagado, Lucivaldo da Silva Santos Araújo, 28 anos, tentou desferir socos no rosto da companheira Delcilene Santos Brito, 26, que conseguiu se livrar agressor e registrar queixa na Deam. Ouvida pela delegada titular, que autuou Lucivaldo em flagrante, a vítima relatou ser constantemente agredida.

Segundo a delegada Ana Virgínia Paim, 91 autores de violência doméstica já foram flagranteados, este ano, em Feira de Santana, ultrapassando o total de ocorrências do ano passado, quando foram lavrados 86 autos.

Notícias Relacionadas