Mensalão: ministros divergem sobre a questão de lavagem de dinheiro

CLÁUDIO HUMBERTO

Retomado o julgamento do mensalão na tarde desta quarta (26), os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) discutem a questão do esquema de lavagem de dinheiro. Para o ministro revisor, Ricardo Lewandowski, o recebimento de dinheiro está relacionado ao crime de corrupção passiva. “Ninguém passa recibo de corrupção”, afirmou ele.

Para o ministro Luiz Fux, esta é considerada “uma lavagem de dinheiro mais deslavada”. Por sua vez, o ministro Marco Aurélio Mello concordou com Fux, mas a ministra Cármem Lúcia discordou.

Os ministros começaram a discutir depois que Lewandowski disse não entender que estava caracterizado o crime de lavagem de dinheiro no caso do réu José Borba.

O ministro relator, Joaquim Barbosa, disse que vai pedir a palavra logo após o revisor para rebater alguns pontos do voto. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas