Aeronáutica retoma busca por bimotor que desapareceu em Ilhéus após decolagem

Salvador – Os trabalhos de busca pelo bimotor Embraer 810 Sêneca, que desapareceu durante um voo que decolou às 22h55 da segunda-feira (24) de Ilhéus, sul da Bahia, e pousaria em Brasília à 1h25, foram retomados às 6h20 desta manhã. As últimas informações repassadas dizem que “o helicóptero H-34 Super Puma da Força Aérea Brasileira cobriu uma área de 312 km² na missão de busca”.

O aeroporto de Ilhéus ficou fechado entre 15h45 e 17h30 de ontem para investigações. O comunicado da assessoria da Infraero informou que as buscas nessa faixa de horário não ocorreram dentro do aeroporto, mas em suas áreas de proximidade.

O bimotor Embraer 810 Sêneca desaparecido transportava o corpo de Carita de Sousa Ramos, que morreu afogada no último sábado (22). O enterro estava marcado para 12h de hoje, no Cemitério Campo Esperança. Os familiares esperaram pela chegada do corpo até as 14h e depois seguiram para a Infraero, empresa que administra os principais aeroportos do país.

De acordo com a Aeronáutica, as buscas aéreas pelo avião começaram por volta de 13h desta terça-feira. Segundo a assessoria de imprensa, na noite de ontem os órgãos fiscalizadores aguardaram o tempo estimado de chegada do avião à capital federal e, como não houve registro da chegada, foi feito um planejamento de resgate.

Notícias Relacionadas