Mario Vargas Llosa achava que não ganharia Prêmio Nobel

AGÊNCIA ANSA

Washington – O escritor peruano Mario Vargas Llosa afirmou que estava “convencido de que nunca ganharia o Nobel de Literatura” e garantiu que o prêmio lhe rendeu “uma semana de conto de fadas e um ano de inferno”.

Vargas Llosa, que participa da Feira do Livro de Washington, disse que receber o prestigioso prêmio, em 2010, foi “uma grande surpresa” e que, depois de receber a ligação da Academia Sueca comunicando a premiação, quis esperar ouvir a notícia na imprensa para se convencer de que não era uma brincadeira.

O autor, de 76 anos, contou que “a semana em que esteve na Suécia foi maravilhosa” mas que depois passou um ano “sob a pressão de ir às feiras de livros, recebendo ligações de jornalistas de todo o mundo” e que não teve tempo “para escrever e nem sequer para ler”.

Ele também lembrou seu discurso ao receber o prêmio, no qual homenageou a sua esposa, a quem classificou como “extremamente generosa”. “O que eu faço é escrever, ela faz todo o resto, o que é um grande trabalho e eu sou muito agradecido”, disse.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas