Dirigente do PT acusa STF de realizar um ‘julgamento político’ em ritmo de ‘Big Brother’

Em vídeo veiculado no site oficial do PT, o Secretário de Comunicação do partido, deputado federal André Vargas (PR), fez duríssimas críticas ao STF. Insinuou que a Corte suprema do país ignora provas com o deliberado propósito de prejudicar o PT.

“O julgamento está acontecendo num período eleitoral, num formato de Big Brother da Justiça, de transmissão online, sistemática, onde as questões técnicas são abandonadas. É um julgamento político e não um julgamento tecnicamente sustentável”, atacou.

Leia também:

Alheio às provas destrinchadas pelos ministros do Supremo ao fundamentar seus votos, André Vargas declarou que “as ilações de um réu confesso como Roberto Jefferson se transformaram em verdades que são contrariadas pelos fatos e pelas provas.”

As declarações de André Vargas foram divulgadas pelo PT a pretexto de reagir à notícia em que a revista ‘Veja’ atribuiu a Marcos Valério declarações segundo as quais Lula é o verdadeiro chefe do mensalão.

“Não podem condenar apenas os mequetrefes”, teria dito Valério num dos trechos reproduzidos por Veja. “Só não sobrou para o Lula porque eu, o Delúbio [Soares] e o Zé [Dirceu] não falamos.”

E o secretário de Comunicação do PT: “A Veja tem tido a prática de conspirar sistematicamnte contra os nossos governos.” Neste final de semana, a revista reiterou as informações que publicara em sua edição anterior.

André Vargas refere-se ao noticiário da revista como “manipulação” (repare no vídeo abaixo). De repente, ele vincula o “comportamento” de Veja ao que se passa no plenário do STF: “Isso está ligado muito ao formato com que tem sido conduzido o julgamento do chamado mensalão.” (Blog do Josias de Souza)

Notícias Relacionadas

2 Comentários

  1. Jackson Bueno

    O Sr. André Vargas, Deputado Federal pelo PT, e atual Secretário de Comunicação do partido agora é o porta voz do Lula que por sua vez se calou após falar coisas desconexas e dar tiros no pé. Então o nobre deputado vem em nota dizer que o STF faz um julgamento POLÍTICO e aos padrões BIG BROTHER, esse deputado é um FANFARRÃO, esquece de observar o quanto as provas estão sendo destrinchadas nesse julgamento o que o faz ser amplamente TÉCNICO, quem é ele para FALAR alguma coisa, ele é irmão de um dos maiores corruptores da atualidade e julgado no mensalão, o Sr. José jenuíno.

    Esse deputado, André Vargas, também não cita o nome de Marcos Valério em suas palavras, é óbvio e está muito na cara que não ter entrar em atrito com o publicitário para que o mesmo por sua vez não jogue no ventilador mais da sujeira que é o PT e seus meliantes integrantes, o deputado esquece ainda foi a POLÍCIA FEDERAL que investigou o caso e não o STF, os ministros que ali estão apenas estão a julgar algo que anteriormente já foi identificado como uma cratera de lama.

    Vale ainda resssaltar que foi o assessor do meliante deputado encontrado com R$ 100.000,00 na CUECA, ainda quanto a acusação do mesmo de que o STF deixou para julgar o mensalão às vésperas da eleição, ele se esquece de que isso se dá por ocasição do ministro Lewandowski ter demorado uma infinidade de tempo para analisar o processo, ministro esse que claramente é comprometido em pagar uma dívida de gratidão com o Lula por sua indicação ao STF, sendo esse ministro um claro defensor da liberdade do núcleo político do PT, o que se notou ao se julgar ao Sr. Paulo Cunha, quando teve seus argumentos claramente derrubado no próprio julgamento, que usou dois pesos e duas medidas por ser o ex candidato a prefeitura de Osasco o acusado da ocasião.

    Deputado André Vargas, quem com porco anda, come do mesmo FARELO.

    1. Jackson Bueno

      Fiquei na dúvida se o deputado é irmão do José Genuíno, caso não seja peço descupas, quanto ao termo meliante, posso ter exagerado e tambem me desculpo, poroém quanto ao geral da mensagem, mantenho a opinião.

      grato.

Comentários estão suspensos