Palmeiras vence Figueirense na estreia de Gílson Kleina e respira

Florianópolis – O Palmeiras visitou o Figueirense em confronto direto contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro neste sábado (22), na estreia de Gilson Kleina no comando da equipe alviverde, e venceu pelo placar de 3 a 1.

O time alviverde ainda não deixou a zona de rebaixamento, indo a 23 pontos, mas pode terminar a rodada mais perto dos times que estão fora dela. O Figueirense,com 22, pode acabar a rodada na última posição caso o Atlético-GO derrote o Flamengo no domingo (23).

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe a Ponte Preta na próxima rodada, enquanto o Figueirense joga contra o Vasco.

Marcos Assunção bateu falta cruzando na área, mas o árbitro apontou infração. Márcio Araújo, aos cinco minutos, cruzou para a área e Wilson caiu para a defesa. Depois, Henrique também arriscou pelo alto, sem sucesso.

O Palmeiras abriu o placar aos oito minutos, com Thiago Heleno. Novamente na bola parada, Marcos Assunção bateu, o zagueiro desviou de cabeça e a bola passou por entre as pernas de Wilson antes de entrar no gol.

Rapidamente, o time paulista chegou ao segundo gol. Marcos Assunção fez o cruzamento da esquerda, Henrique subiu e tocou de cabeça para aumentar a vantagem no Orlando Scarpelli.

Botti recebeu na entrada da área e bateu, mas mandou por cima do gol de Bruno. Aos 16, o jogador do Figueirense fez o cruzamento e Thiago Heleno conseguiu o corte. Elsinho, aos 19, partiu com a bola pela direita, tirou Marcos Assunção da jogada, mas acabou travado na hora do chute.

Hélder bateu falta, mas a defesa do Palmeiras conseguiu afastar o perigo. Depois, o Figueirense teve mais duas chances para marcar, mas em ambas não obteve sucesso. Aos 25, Elsinho bateu e acertou a trave.

O Figueirense era quem pressionava mais e criava mais chances de perigo, enquanto o Palmeiras tocava a bola para segurar as investidas dos catarinenses. Botti, aos 42, arriscou de longe, mas a bola foi por cima do gol de Bruno.

No começo do segundo tempo, Aloísio vai até a linha de fundo e faz o cruzamento, mas ninguém do Figueirense chega para a finalização. Depois, João Denoni bateu de longe e Wilson foi para a defesa. As duas equipes buscavam abrir espaços para tentar chegar ao gol adversário.

Caio desviou bola cruzada na esquerda e Bruno caiu para defender. Aos 15 minutos, nova chance do Figueirense, mas a bola acabou desviando em Aloísio e foi para fora.

O Figueirense diminuiu aos 20 minutos, com Aloísio.Caio recebeu, fez o corte, bateu e Bruno deu rebote para Aloísio aproveitar e mandar para dentro das redes.

O Palmeiras conseguiu se recuperar e marcou o terceiro com Marcos Assunção. Barcos cruzou da direita, a bola bateu em Wilson no caminho e o volante recebeu, ajeitou e bateu para o gol vazio.

Marcos Assunção bateu falta por cima do gol aos 30. O Figueirense respondeu na bola parada, com Júlio César, que foi sem direção. Barcos, aos 33, partiu com a bola, driblou o zagueiro, mas acabou travado na hora do chute.

Júlio César arriscou de longe e quase marcou o segundo do Figueirense, aos 36. O time da casa pressionava nos minutos finais e chegava com velocidade, mas sem conseguir a reação desejada.

Figueirense 1 x 3 Palmeiras

Local: Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC);

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO/FIFA);
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Wagner de Almeida Santos (RJ);
Assistentes Adicionais: Jean Pierre Gonçalves Lima e Francisco Santos Silva Neto, ambos do Rio Grande do Sul;

Figueirense: Wilson; Elsinho, Edson (Guilherme Lazaroni), João Paulo e Hélder; Túlio (Júlio César), Jackson, Claudinei e Botti (Deretti); Aloisio e Caio.
Técnico: Márcio Goiano.

Palmeiras: Bruno; Corrêa (João Denoni), Thiago Heleno, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia (Tiago Real); Maikon Leite (Mazinho) e Barcos.
Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Thiago Heleno (PAL) aos 8, Henrique (PAL) aos 10 do primeiro tempo, Aloísio (FIG) aos 20, Marcos Assunção (PAL) aos 22 do segundo tempo

CA: Valdívia, Barcos, Maikon Leite, Juninho e Maurício Ramos (PAL); Elsinho, Claudinei, João Paulo e Hélder (FIG)

Notícias Relacionadas