Mensalão: Lewandowski ‘telegrafou’ que vai absolver José Dirceu

CLÁUDIO HUMBERTO

O voto do ministro revisor Ricardo Lewandowski sobre corrupção passiva, na última sessão do Supremo Tribunal Federal, é uma clara indicação de que ele votará pela absolvição do José Dirceu e do ex-deputado José Genoino, no processo do mensalão, no caso de corrupção ativa e, consequentemente, na acusação de crime de quadrilha. A avaliação é de importantes juristas, a pedido desta coluna.

Sem surpresa – Veterano ministro do STF disse à coluna que Lewandowski não o abismaria, livrando Dirceu: “Ora, ele absolveu Pedro Henry…”, ironizou.

Pessimismo – O abatimento de Dirceu e Genoino preocupa seus amigos. Andam mais pessimistas em relação ao julgamento do que imaginavam.

Só nos autos – Joaquim Barbosa vai ignorar uma nota de Dilma sobre a referência que fez a um depoimento dela. “Juiz se manifesta nos autos”, disse.

Mensalão em ação – Joaquim citou a frase de Dilma “espantada” com a aprovação rápida de duas MPs, em 2003 e 2004, no governo Lula. Era o mensalão em ação. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas