Haddad critica demora para julgar ‘mensalão do PSDB’

CLÁUDIO HUMBERTO

Candidato pelo PT em São Paulo, Fernando Haddad afirmou neste sábado (22) que o julgamento do mensalão, que está ocorrendo no Supremo Tribunal Federal, constrange toda a classe política e que espera punição a quem errou, não apenas em relação ao PT. “O mensalão do PSDB é muito anterior, é de 1998”, afirmou em entrevista ao jornal SPTV, da Rede Globo. Segundo Haddad, há risco de prescrição desses crimes em função da data em que foram cometidos.

Para ele, “desde que todos sejam julgados, garantindo o amplo direito de defesa e punidos de acordo com o que fizeram”, as instituições brasileiras sairão fortalecidas. “Agora, se a Justiça se fizer para uns e não para outros, penso que a democracia vai sair enfraquecida”, afirmou.

Sobre as propostas para o transporte, o petista alfinetou o adversário do PSDB. “A administração Serra/Kassab abandonou o transporte público e mesmo o Metrô está parado. Faz três anos que não tem um ”tatuzão” escavando o subsolo de São Paulo”. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas