Com show da torcida, Vitória bate o Goiás e fica mais perto da elite

O Vitória segue absoluto  na liderança, manteve os cinco pontos de vantagem sobre o Criciúma (Foto: Site Oficial do Vitória)
O Vitória segue absoluto na liderança. Com o triunfo desta tarde, manteve os cinco pontos de vantagem sobre o Criciúma (Foto: Site Oficial do Vitória)

Salvador – Com o Barradão lotado, o Vitória manteve a série invicta de 11 jogos na Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer o Goiás por 3 a 1, neste sábado, com direito a gol relâmpago de Elton, a 1min. E o goleador decidiu: marcou dois gols importantes para o triunfo de 3 a 1 do rubro-negro. Tartá completou com um golaço e Renan Oliveira descontou.

Com o resultado, o Vitória vai a 57 pontos, na liderança da competição – manteve os cinco pontos de vantagem sobre o Criciúma, que ganhou de 3 a 2 do Ipatinga, e aumentou para oito pontos a diferença para o Goiás, terceiro colocado. No próximo sábado, a equipe pega o Avaí, na Ressacada. Com 49 pontos, o Goiás segue na terceira posição e enfrenta o Guaratinguetá na próxima sexta-feira, no estádio Dario Rodrigues Leite.

Foi uma tarde de glória. A torcida encheu as dependências do Barradão e bateu os recordes de público e renda que já pertenciam ao rubro-negro na partida com o CR Brasil – 32.255 pagantes e R$568.175,00. Neste sábado, foram 33.861 pagantes e renda de R$608.725,00 – e muita festa. Com 57 pontos em 78 disputados, o Vitória está cada vez mais perto de alcançar a vaga para a primeira divisão em 2013.

O jogo – Precisando vencer para se distanciar do adversário, assim como Criciúma, forte concorrente ao título da Série B, o Vitória se lançou ao ataque e com 2 minutos abriu o placar. Tartá cobrou escanteio, a bola foi rebatida e sobrou para Elton. Na área, ele ajeitou e chutou sem chances para Harlei.

O Vitória manteve a pressão, mas se descuidou defensivamente e sofreu o empate em contra-ataque. Renan Oliveira acertou um chute colocado e Deola não pôde evitar o gol. Em seguida, Walter, livre diante do goleiro rubro-negro, finalizou por cima do travessão e jogou fora a chance da virada.

Depois disso, o Vitória comandou as ações, mas a intranqüilidade foi o maior adversário do time. O primeiro tempo terminou 1 a 1.

No segundo tempo, outro susto: o Goiás acertou uma bola na trave. Paciente, o rubro-negro passou a tocar a bola, envolver a marcação adversária e construiu o triunfo. Carpegiani mudou o time fazendo entrar Dinei no lugar de Fernando Bob, recuando Pedro Ken para a função de segundo volante, sua posição de origem, e Marquinhos no de Willie.

Com Marquinhos, pela direita, saiu o gol de desempate. O cruzamento sob medida para a cabeçada de Elton no canto baixo esquerdo de Harlei. Aos 25 minutos para enlouquecer a torcida.

Oito minutos depois, a consolidação do consagrador triunfo: Dinei, de costas para a área, recebeu a bola de Tartá, e devolveu livre para o meia. Na área, Tartá deu um toque sutil encobrindo Harlei.

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. leonidas grego

    Seguindo, agora desta forma, talvez, seja o título do ECV – precisa-se contar com um próximo tropesso do Criciúma e mais uma nova vitória, mesmo fora de casa, do ECV. Foi um belo jogo, apesar da defesa ser uma dor de cabeça – sempre dando mole para o adversário chegar com muita facilidade no gol. Tarta não pode ficar no banco e Dinei, sempre tem que entrar no segundo tempo, quando entra sempre dar conta do recado. Parabéns a torcida que comparece em peso apoiando. Este é o nosso ano, o ano do primeiro título nacional, depois de algumas chegadas.

Comentários estão suspensos