Universitária some após ida a boate em Alagoas

A polícia de Alagoas investiga o desaparecimento e morte da universitária Bárbara Regina Gomes da Silva, de 21 anos, em Maceió. A jovem sumiu no dia 1º de setembro e, nesta sexta-feira (21), a Polícia Civil divulgou informações sobre o principal suspeito do crime.

Segundo as investigações, Otávio Cardoso da Silva Neto, de 25 anos, confessou a um amigo ter estrangulado Bárbara depois que eles saíram de uma boate na Ponta Verde. De acordo com a polícia, que acredita que a universitária foi assassinada, o suspeito é caracterizado como “psicopata” por conhecidos.

A Justiça decretou a prisão preventiva do suspeito, que ainda não foi encontrado. O corpo de vítima também não foi localizado.

A polícia chegou até a identidade do suspeito depois de analisar as imagens das câmeras de segurança da boate. No vídeo divulgado pela polícia (veja abaixo), é possível ver a entrada de Neto às 23h37 na boate. Às 3h09, os dois saem juntos do local.(G1).

Notícias Relacionadas