Muçulmanos protestam em Roma contra filme sobre Maomé

AGÊNCIA ANSA

Roma – Mais de mil pessoas se reuniram na praça da República, em Roma, para protestar contra o filme sobre Maomé, eles pedem que o filme seja proíbido na Itália dentro de 24 horas.

“Pedimos ao governo italiano, ao ministro da Cultura que proiba o filme sobre Maomé em toda a Itália. Se não acontecer iremos adiante. Todos nós muçulmanos do mundo estamos prontos para morrer por isso”, afirmou um representante da Associação Benagaleses Dhuumcatu.

O líder islâmico Mohamed Ridha pediu uma manifestação mais serena. “O nosso protesto é pacífico e ordenado. Demonstramos que somos uma religião civilizada e amamos o nosso profeta”, explicou.

Um grupo de manifestantes irá ao Palácio Quirinale, sede da presidência italiana, com a intenção de entregar um documento oficial pedindo o cancelamento do filme.

O filme “Inocência dos Muçulmanos” é um dos responsáveis pela onda de ataques na Líbia e no Egito, o filme mostra de forma pejorativa a vida do profeta Maomé.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas