Acompanhe ao vivo o 26º dia de julgamento do mensalão

O relator do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, termina a leitura de seu voto para os réus do chamado núcleo político do processo. Nesta quinta, ele analisa os crimes de lavagem de dinheiro cometidos pelos acusados vinculados ao PTB e vota sobre a conduta do peemedebista José Borba, também acusado de receber dinheiro do empresário Marcos Valério.

Na segunda, 17, o relator já havia condenado ex-parlamentares do PP. Na sessão dessa quarta-feira, 19, Barbosa condenou o delator do esquema, Roberto Jefferson, presidente do PTB, pelo crime de corrupção passiva.

O ministro também entendeu que o PL (atual PR), de José Alencar, vice-presidente no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, também foi beneficiário do valerioduto. Barbosa condenou o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Para o relator, o pagamento a partidos da base financiou também a compra do passe de deputados de outras legendas – inclusive da oposição – e foi usado ainda para inflar a sustentação do governo Lula. Segundo ele, as bancadas do PTB e PL dobraram de tamanho e a do PP cresceu 30% no período dos repasses. (Estadão)

Notícias Relacionadas